Linfocintilografia – Pesquisa de linfonodo sentinela

Linfocintilografia – Pesquisa de linfonodo sentinela

Para que serve o exame?

– Permite a detecção pré-operatória do linfonodo sentinela em casos de câncer de mama e melanoma.

Preparo:

– Mulheres grávidas, com suspeita de gravidez ou amamentando não poderão realizar o exame.

– Caso haja urgência da realização do exame em mulheres que estejam amamentando, esta deverá ser descontinuada por 12 horas após o término do estudo.

– Não é necessário jejum.

– Não é necessária a suspensão de medicamentos.

– Se houver possibilidade, trazer laudos de biópsias e de exames de imagem prévios, como ultrassonografia, mamografia, ressonância magnética entre outros.

Como é realizado o exame?

O procedimento é semelhante para a detecção do linfonodo sentinela no câncer de mama e no melanoma. Em ambas as patologias, o(a) paciente receberá uma pequena quantidade de material radioativo por meio de injeção subdérmica. Este medicamento não é contraste, não causa reações e a exposição à radiação é muito baixa. No caso de câncer de mama, será realizado um ponto de injeção na região periareolar. Já para o melanoma, serão realizados de 2 a 4 pontos de injeção (na topografia peri-tumoral ou nas bordas da cicatriz).

O paciente deverá aguardar de 40 minutos a 1 hora (período necessário para que o traçador chegue ao linfonodo sentinela). Durante esse período, para aqueles(as) pacientes com diagnóstico de câncer de mama, é aconselhável massagens suaves, circulares, na topografia da administração do radiotraçador. Não é obrigatório permanecer dentro da clínica neste intervalo de tempo.

Serão realizadas imagens para localização do linfonodo sentinela e ele será demarcado na pele com uma caneta especial. O paciente poderá tomar banho após esse procedimento, no entanto orienta-se a não tirar essa marca.

Em raros casos, não ocorre a drenagem nesta primeira tentativa e pode ser necessária a reinjeção do radiofármaco ou realização de imagens tardias.

No momento da cirurgia, um dos membros de nossa equipe ajudará o cirurgião a encontrar o linfonodo sentinela através de sonda detectora de radiação (gama-probe). A partir de então, o patologista poderá dar a informação se esse gânglio está ou não acometido pela doença.

Onde realizar:

Assista o vídeo e entenda mais sobre esse procedimento.

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright