A radioatividade utilizada na Medicina Nuclear é perigosa? - IMEB

A radioatividade utilizada na Medicina Nuclear é perigosa?

A radioatividade da maioria dos elementos empregados cai para a metade (meia vida) em questão de horas ou dias e a radiação emitida é do tipo gama, similar aos raios X. O tempo de permanência dos materiais radioativos no corpo do paciente é ainda mais reduzido, considerando-se que muitas vezes ocorre eliminação deste pela urina. A dose de radiação dos procedimentos diagnósticos em Medicina Nuclear é, de uma forma geral, similar ou inferior à de outros métodos diagnósticos que empregam raios X.

Leia também: Mitos e Verdades sobre Medicina Nuclear: o que você precisa saber.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Destaque Notícias

5 de outubro de 2015

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas