Cuidados com a alimentação na praia - IMEB

Cuidados com a alimentação na praia

Está de férias, descontraído, e, por vezes, esquece-se de colocar logo os alimentos no frigorífico? Pois saiba que, com o tempo quente, esse gesto é muito importante. As toxi-infeções alimentares aumentam no verão, quando as temperaturas são mais elevadas. Numa ida à praia ou a um piquenique no campo, por exemplo, boa higiene e temperaturas adequadas são indispensáveis para a correta preservação dos alimentos. Estes vão ser transportados, daí que devam existir cuidados adicionais.

A maioria das toxi-infeções alimentares ocorre em casa. É difícil detetar a presença de microrganismos patogénicos, porque não são visíveis a olho nu e, muitas vezes, não apresentam alterações.

Conservação e transporte

  • Na véspera, coloque as placas de refrigeração no congelador.
  • Lave bem a geleira com água e detergente e certifique-se de que a seca bem.
  • Ponha os alimentos na geleira pouco antes de sair.
  • Coloque placas de refrigeração na geleira para ajudar a manter a temperatura baixa.
  • Se levar bebidas frescas, transporte-as separadamente, para evitar abrir a geleira da comida e aumentar a temperatura.
  • Uma geleira cheia conserva melhor o frio. Se não conseguir enchê-la, coloque mais umas placas de refrigeração ou, se possível, opte por uma geleira mais pequena.
  • Ao chegar à praia ou ao local do piquenique, coloque a geleira à sombra e tampe-a com uma toalha de cor clara. Também pode enterrar a geleira na areia à sombra, debaixo do chapéu-de-sol.
  • Leve toalhetes para limpar as mãos.

Alimentos saudáveis
As sanduíches são uma forma prática de fazer refeições leves. O pão fornece hidratos de carbono. Se for de mistura ou integral é mais rico em fibras, vitaminas e minerais. Fiambre, queijo, atum ou carne fria são boas fontes de proteínas. Opte pelo queijo magro ou meio-gordo, retire a gordura ao fiambre ou à carne que, tanto quanto possível, não deve ter molho. Adicione folhas de alface ou rodelas de tomate, ou outros legumes, para as tornar ainda mais saudáveis. Para evitar que o tomate amoleça, corte-o às fatias, ponha-o num recipiente e junte-o às sandes só no momento da refeição. Guarde as sanduíches na geleira.

A fruta refresca e pode ser uma boa fonte de algumas vitaminas, sais minerais e fibras. Para ir à praia ou passear demoradamente no campo, escolha fruta que pode preparar em casa e levar em caixas fechadas de plástico. Melancia, melão, papaia e manga são uma boa opção. Quanto às maçãs, ameixas, uvas, cerejas e pêssegos, basta lavá-las. Coloque a fruta mais sensível por cima dos outros mantimentos para não ficarem esmagadas.

As bebidas não podem faltar, para manter a hidratação. Para satisfazer a sede, o melhor é a água, mas também pode recorrer a outras bebidas sem adição de açúcar e álcool, como os sumos de fruta naturais ou sumos 100%. Com o calor há maior transpiração e perdem-se muitos líquidos. Mesmo que não tenha sede, beba líquidos.

Leia também: Má alimentação: consequências, riscos e doenças que pode causar.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Notícias

4 de janeiro de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas