Dia do Idoso: a importância da data e os cuidados nessa fase da vida! | IMEB

Dia do Idoso: a importância da data e os cuidados nessa fase da vida!

dia do idoso como envelhecer bem

Falar do Dia do Idoso é falar de cuidado, respeito e proteção. É lembrar da importância e das necessidades dessa parcela tão importante (e cada vez mais ativa) da nossa sociedade.

O Brasil tem hoje quase 30 milhões de idosos, segundo dados do IBGE, e deve chegar ao dobro disso nas próximas décadas.

Envelhecer é uma fase como qualquer outra da vida, e pode ser igualmente prazerosa se tivermos os cuidados certos, a prevenção correta e, principalmente, boa informação.

E se você está aqui, lendo este artigo, prova duas coisas: que você é um idoso atento a seus direitos e interessado em mais qualidade de vida, ou que você é um jovem consciente, que sabe que essa fase vai chegar e quer passar por ela da melhor forma. Em ambos os casos, este artigo é pra você! 

 

 

Por que comemoramos o Dia do Idoso?

Essa data foi criada com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para as questões relacionadas ao envelhecimento, e também para lembrar das necessidades de proteção e cuidado da nossa população idosa. 

A data é comemorada no Brasil desde 2003, e o 1º de outubro foi escolhido por ser o dia da aprovação do Estatuto do Idoso. Essa lei criada com o objetivo de assegurar mais proteção e garantia de direitos a pessoas acima dos 60 anos:

 

  • Art. 3o – É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.

 

Como ter uma velhice ativa e mais feliz?

Cada vez mais, vemos pessoas chegando ativas e felizes à chamada terceira idade. Eles saem mais de casa, viajam, dançam, se mantêm mentalmente ativos, namoram… 

Mas qual será o segredo dessas pessoas? Não existe receita de bolo pra isso, mas as dicas que separamos com certeza vão ajudar:

Mantenha-se em movimento

O Dia do Idoso também tem a ver com a promoção da saúde e do lazer, então nada de sedentarismo. Se você já pratica exercícios, mantenha-se firme. Já quem vai começar, deve primeiro falar com seu médico, saber se há alguma restrição e qual seria a atividade mais indicada.

As atividades físicas melhoram sua resistência e coordenação motora, reduzindo os riscos de quedas, fraturas, obesidade, entre outros problemas, além de liberar substâncias de prazer e felicidade.

A OMS recomenda pelo menos 150 minutos de atividades físicas por semana. Seja qual for a modalidade escolhida, o importante é manter-se em movimento. Até uma simples limpeza na casa ou arrumação nos armários já ajuda.

Exercite sua mente

Assim como o corpo, a mente também precisa de estímulos para se manter saudável. E o ideal é que esses estímulos sejam os mais variados possível, de modo a trabalhar partes diferentes do cérebro.

Aprender um novo idioma ou tocar um instrumento musical, muito além de simples hobbies, são atividades que ajudam a mandar o tédio para longe, estimulam a mente e ainda previnem doenças, como o Alzheimer. Manter suas contas em dia e cuidar pessoalmente dos seus compromissos financeiros também são excelentes exercícios para o cérebro, estimulando o raciocínio, a memória e a concentração.

Tenha uma alimentação saudável

Conforme envelhecemos, nosso metabolismo muda e a absorção de nutrientes diminui. Por isso, torna-se mais importante consumir proteínas, fibras e cálcio, além da água. Da mesma forma, nessa fase a gente tem mais facilidade para acumular gordura, o que pode levar a problemas como hipertensão, colesterol alto e diabetes. Então, capriche nos pratos com carnes magras, peixes, castanhas, legumes e verduras.

O Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, também recomenda fazer as refeições nos mesmos horários e comer sem pressa. Esses hábitos favorecem a digestão e evitam que você coma mais do que deveria.

Outra orientação importante é evitar as famosas “beliscadas” fora de hora. Se sentir fome no meio da tarde, por exemplo, comer uma fruta é o mais indicado. Aprender uma receita nova também pode ser uma forma gostosa de se alimentar bem, ao mesmo tempo em que exercita a cabeça.

Tenha uma vida social ativa 

Com o passar do tempo, é comum as pessoas perderem um pouco a disposição de sair de casa, seja para viajar ou mesmo para encontrar os amigos. Mas isso não precisa ser assim.

Segundo os médicos, o convívio social é uma das armas mais poderosas para prevenir doenças degenerativas, como o Alzheimer. Durante essas interações, nosso cérebro é obrigado a buscar informações do passado, formular novas histórias, interpretar o que os outros dizem, etc. 

Além disso, o isolamento pode levar a quadros de depressão e aumentar as chances de desenvolver demências.

O contato frequente com familiares e amigos também ajuda a prevenir problemas cardiovasculares, como infarto e AVC, já que estimula a produção do hormônio ocitocina, regulando os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea.

Por isso, atividades recreativas, como ir ao cinema ou a um baile, devem estar presentes em sua rotina. Combinar um almoço com amigos é outra boa opção para se distrair. E no fim do dia, que tal uma ligação para os filhos para contar as novidades?

Durma bem, mas não exagere nas sonecas

Conforme a idade avança, as alterações hormonais fazem com que nosso corpo precise cada vez menos de sono, mas dormir de seis a oito horas é essencial para recuperar as energias e garantir um dia seguinte com mais disposição. Além disso, dormir pouco pode elevar o estresse, os riscos de obesidade e de doenças cardiovasculares.

Por outro lado, passar muitas horas na cama também não é bom. Uma pesquisa da Academia Americana de Neurologia revelou que exagerar nas sonecas fora de hora aumenta em até duas vezes o risco de desenvolver diabetes ou pressão alta, em um período de três anos. A recomendação é de um cochilo de, no máximo, 30 minutos para garantir benefícios à saúde.

Como tudo na vida, o segredo é a moderação. Então, se você está sentindo muito sono ou tendo dificuldades para dormir, a indicação é que você procure seu médico para entender o que está havendo.

Mantenha seus exames em dia

Com o envelhecimento, problemas de saúde ficam mais comuns. Por isso, as visitas regulares ao médico tornam-se essenciais. E no check-up anual do idoso, alguns exames são muito comuns.

Entre os exames laboratoriais, temos:

  • Hemograma completo: para identificar anemia, infecções, doenças autoimunes e alguns tipos de câncer.
  • Perfil Lipídico: para acompanhar os níveis de colesterol e diagnosticar doenças cardiovasculares.
  • Glicemia de jejum: para o diagnóstico de diabetes.
  • TSH e T4 Livre: verificam alterações na tireoide, especialmente em mulheres no período de menopausa.
  • PSA: para identificar câncer de próstata.
  • Vitamina D, cálcio e PTH: para prevenir doenças nos ossos, como a osteoporose.
  • Ureia e creatinina: avalia o funcionamento dos rins.

Já os exames de imagem mais comuns são:

  • Mamografia: principal exame para prevenção do câncer de mama, é indicado para mulheres acima dos 50 anos, ou antes, a depender do histórico familiar.
  • Densitometria óssea: avalia o risco de osteoporose, uma das principais causas de fratura em idosos.
  • Raio X de tórax: se você é ou foi fumante, este exame é bem importante.
  • Ecocardiograma: avalia o ritmo cardíaco e as estruturas do coração.

Qual a importância da medicina preventiva?

O aumento da expectativa de vida e do bem-estar na velhice são temas muito debatidos no Dia do Idoso, mas que não devem se restringir somente a este dia. Como você viu neste artigo, cuidar do corpo e da mente faz toda diferença na forma como você irá atravessar essa fase da vida.

Um dos maiores aliados de um envelhecimento saudável é a medicina preventiva. Por isso, manter seus exames em dia contribui não só para a longevidade, como para a qualidade de vida em qualquer fase da vida. Se você tem exames de imagem solicitados por seu médico e ainda não os realizou, agende com o IMEB por meio de nosso agendamento online. É rápido e fácil.

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029