Endometriose: entenda a doença da mulher moderna | IMEB

Endometriose: entenda a doença da mulher moderna

Endometriose, Endometriose: entenda a doença da mulher moderna

Um dado que preocupa: mais de 7 milhões de mulheres em todo o Brasil tem endometriose, segundo a Associação Brasileira de Endometriose.

Isso significa que muitas brasileiras vivem diariamente com dores na região do abdômen, com dificuldades para ter alguma relação sexual e, até mesmo, convivem com a possibilidade da infertilidade.

O que acontece é que a endometriose faz com que o tecido que envolve o útero (endométrio) cresça para fora dele, atingindo órgãos como ovários, trompas, bexiga e intestino.

Para entender melhor sobre a doença e saber como ela impacta na vida das mulheres, continue lendo este artigo.

A informação continua sendo a principal forma de prevenção!

Por que endometriose é a doença da mulher moderna?

São diversos os fatores que fazem a endometriose ser conhecida como a doença da mulher moderna. Mas tudo se resume, basicamente, na mudança de pensamento e contexto das mulheres de hoje.

Atualmente, ter filhos e constituir uma família já não é mais a prioridade de muitas mulheres. Elas estão cada vez mais focadas na carreira profissional e em si mesmas.

E o que isso tem a ver com o aumento dos casos de endometriose entre elas?

Simples: o fato da mulher adiar cada vez mais a maternidade, ou apenas optar por não ter filhos, acaba fazendo com que ela tenha mais ciclos menstruais e fique mais exposta ao estrogênio, hormônio responsável por estimular o funcionamento do endométrio* (tecido do útero).

*todos os meses, durante o ciclo menstrual, o endométrio fica

mais grosso e espesso para receber um óvulo fecundado e abrigar o feto,

como um funcionamento natural do corpo da mulher.

Nesse contexto, a gravidez não acontece e o tecido se desfaz todos os meses (o que causa a menstruação). Assim, aumentam as chances de que endométrio atinja outros órgãos para além do útero, causando a endometriose.

Ficou mais claro agora?

Além dessa mudança entre as gerações, um outro fator que também colabora para a endometriose ser a doença da mulher moderna é a poluição do mundo de hoje.

Isso porque alguns agentes químicos presentes no dia a dia podem desregular o funcionamento de muitas partes do nosso organismo, inclusive do endométrio das mulheres.

Quais os impactos da endometriose na vida da mulher?

Se uma mulher desenvolve a endometriose, ela passa a enfrentar várias dificuldades no seu dia a dia — principalmente no período menstrual.

Por poder causar dores fortes e intensas na região do abdômen, qualquer atividade se torna um desafio, desde levantar da cama, andar ou até mesmo trabalhar e se concentrar nas funções rotineiras.

Além disso, a doença também impacta fortemente na vida sexual da mulher, causando dores e incômodos durante o sexo, até mesmo sangramento e feridas.

E, em alguns casos, a endometriose pode resultar em infertilidade e impedir que a mulher tenha filhos, visto que a doença pode provocar lesões nas tubas uterinas e nos ovários.

Causas, sintomas e tratamento da endometriose

Além de todo o contexto da mulher moderna, outras causas comuns da endometriose são as questões hereditárias e genéticas.

Já é comprovado que filhas de mães que já foram diagnosticadas com a doença tem mais chances de desenvolver a endometriose futuramente.

Para identificar a doença, as mulheres devem se atentar principalmente ao período menstrual. Cólicas muito fortes, dores/sangramento na hora de urinar ou evacuar são sinais de alerta e sintomas que devem ser analisados por um médico o mais rápido possível.

Mas, a doença também pode surgir sem nenhum sintoma, então uma visita frequente ao ginecologista é o mais recomendado, para serem feitos os exames necessários.

Caso diagnosticada a endometriose, o tratamento irá variar de acordo com cada caso e o grau da doença, podendo ser a base de medicamentos ou por meio de cirurgia, em situações mais graves.

De qualquer forma, é importante ressaltar que a endometriose tem cura e que é possível controlar o problema, preservando a qualidade de vida da paciente.

Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, menores os impactos da doença na vida da mulher!

Para entender mais sobre o problema, seus sintomas, tratamento, diagnóstico e exames necessários, leia este outro artigo: Essa dor é endometriose? Entenda tudo sobre a doença!

Endometriose, Endometriose: entenda a doença da mulher moderna

E-Book – Tudo Sobre o Câncer de Mama!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029