Entenda a relação entre saúde bucal e as doenças cardíacas - IMEB

Entenda a relação entre saúde bucal e as doenças cardíacas

A higiene bucal é a prática de manter os dentes e gengivas limpos e saudáveis para evitar problemas dentários como tártaro, gengivite, periodontite, cárie e outras doenças. Além disso, deixa você com um hálito puro e sorriso bonito todos os dias!

O que você pensa quando o assunto é a saúde do seu coração? Se o colesterol está bom? Se a pressão está controlada? Você está certo, mas tem uma coisa que, às vezes, a gente nem pensa, mas que tem a ver com o coração. É a saúde da boca. Uma bactéria na gengiva pode provocar sérios problemas ao coração.

A má escovação leva ao acúmulo de bactérias nos dentes causando mau hálito, placa bacteriana, tártaro e inflamação na gengiva. Essa inflamação também oferece riscos ao coração.

A bactéria que está na cavidade bucal cai na corrente sanguínea pela ferida da gengivite ou periodontite, chega ao coração e se instala em uma válvula que já tem problema. Aí se dá a endocardite, uma infecção do tecido interno.

Outra possibilidade é a inflamação da gengiva produzir proteínas que ativam a destruição do tecido e estimulam a formação de placas de gordura na coronária. Além disso, a inflamação diminui o calibre dos vasos e reduz o fluxo sanguíneo. Todos esses fatores podem causar doenças coronárias e levar a um infarto.

Quem tem problema cardíaco deve procurar um dentista regularmente e apresentar boa higiene bucal. O principal sintoma a ser observado é o sangramento, uma gengiva saudável não sangra em hipótese alguma.

Anote: a prevenção é a maneira mais econômica e menos dolorosa de se cuidar da saúde bucal, evitando o tratamento de problemas que poderiam gerar incômodos.

Os dentes devem ser escovados pelo menos três vezes por dia, após as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar), e o fio dental deve ser utilizado em no mínimo uma dessas escovações. Utilize um antisséptico ou enxaguante bucal com flúor após escovar os dentes para eliminar as bactérias responsáveis pela formação de placas e prevenir o mau hálito.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Notícias

19 de julho de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas