Estratégias para Provas de Corrida - IMEB

Estratégias para Provas de Corrida

Para os praticantes de atividade física que incorporaram a corrida como estilo de vida, fazer uma prova de rua representa a consagração dos treinos realizados. Terminar a prova com um tempo dentro dos limites desejados ou, melhor ainda, abaixo do esperado, é um ato coroado com a sensação de objetivo alcançado e autoestima renovada. O benefício é predominantemente emocional, uma vez que o físico já foi obtido nos próprios treinos. Os caminhos para realização de uma boa prova incluem a disciplina dos treinos regulares, alimentação adequada e estratégias antes, durante e após a prova.

De acordo com a distância das corridas, 5km, 10 km, 15 km, meia maratona (21,1 km) ou maratona (42,2 km), as estratégias são distintas. As mais curtas exigem apenas que os treinos estejam em dia para não haver decepção. A partir de 10 km, há necessidade da combinação de ações mais elaboradas. Para realizar uma maratona, por exemplo, a descrição cabe num artigo à parte. Antes da prova, é importante manter uma alimentação leve e adequada, boa hidratação e descanso após períodos de sono reparador. Durante a prova, as estratégias incluem respeito aos limites para não “quebrar” manutenção do ritmo pré-determinado pelo treinador, hidratação (há postos de água e isotônicos nas corridas oficiais) e, sempre que possível, alimentação. Essa última não implica parar e comer alguma coisa, mas, sim, ingerir um sachê de carboidratos (maltodextrina) em forma de gel, mesmo correndo e, logo após, ingerir um copo de água para dissolvê-lo e facilitar a absorção. Normalmente, o recomendado é utilizar esse gel a cada meia hora ou a cada 6 km, a depender do tipo de corrida. Essas estratégias evitam queda do rendimento e sensação de cansaço. Após o término da prova, é também importante manter a hidratação e se alimentar com carboidratos e proteínas para a recuperação muscular.

Em todo esse contexto, é importante enfatizar a importância de uma orientação profissional. Há várias assessorias esportivas no mercado, dependendo da cidade, que oferecem orientações de treinos de várias atividades esportivas, entre elas a corrida. Essas assessorias confeccionam planilhas de treino de acordo com a individualidade do praticante e o objetivo a ser alcançado. Além disso, há indicação de associação com exercícios de fortalecimento para evitar lesões e de avaliação com nutricionista especializado em esporte para orientação de dieta apropriada. A dieta visa melhorar o rendimento na corrida e auxiliar o praticante a manter o peso ideal.

Treinar, montar estratégias e atingir os objetivos no âmbito da corrida servem não só para manter a vida mais saudável como também para exercitar os desafios do dia a dia como um todo.

DR. ROBSON FERRIGNO
Médico rádio-oncologista em São Paulo e
membro titular do CBR

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Destaque Notícias

19 de fevereiro de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas