Laboratórios anunciam 1º teste triplo contra vírus - IMEB

Laboratórios anunciam 1º teste triplo contra vírus

Representantes do laboratório da Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico (Bahiafarma) e do Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafepe) anunciaram ontem uma parceria para o desenvolvimento do kit para diagnóstico rápido dos vírus da zika, da dengue e da chikungunya.

Este será o primeiro do Brasil a detectar a presença dos vírus no organismo humano, ativo ou não, e determinar se a pessoa está imune às três doenças.

Além de detectar os vírus no organismo, a tecnologia vai determinar se a pessoa está imune às doenças.

“Para mulheres em idade fértil e grávidas será um avanço significativo ter esse conhecimento”, diz o médico e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Fernando Kreutz, diretor do Grupo FK-Biotec.

Como saber se está com Zika
Para saber se está infectado pelo Zika vírus é importante estar atento aos sintomas que, normalmente, surgem 10 dias após a picada de um mosquito e que, inicialmente, incluem febre acima de 38ºC e manchas vermelhas na pele do rosto, mas que, após algumas horas, podem ser acompanhados de:

  • Dor de cabeça constante;
  • Manchas vermelhas em outros locais do corpo, como braços, abdômen e pernas;
  • Vermelhidão e hipersensibilidade nos olhos;
  • Dor nas articulações, especialmente nas mãos e pés;
  • Dor nos músculos;
  • Cansaço excessivo;
  • Dor na barriga e náuseas;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Em alguns casos também pode haver dor de garganta, que pode ser confundida com uma amigdalite, por exemplo.

Normalmente, estes sinais duram até 5 dias e podem ser confundidos com os sintomas da gripe, dengue ou rubéola sendo, por isso, importante ir ao pronto-socorro quando surgem mais que 2 dos sintomas para ser visto por um médico para diagnosticar o problema, iniciando o tratamento adequado.

                          

Zika em bebês e crianças
Quando o bebê está com Zika, pode ser um pouco mais complicado identificar os sintomas, sendo por isso necessário ficar atenta se o seu bebê chora muito, se fica inquieto, se a sua pele está vermelha, com manchas e se está com febre e olhos vermelhos. Se houver suspeita de Zika, deve-se levar a criança para o pediatra para se certificar de que é esta doença e iniciar o tratamento. Veja o que pode fazer para tratar do seu bebê com zika.

O que fazer em caso de suspeita de Zika
Se suspeitar estar com Zika deve-se ir ao médico para se certificar. O diagnóstico normalmente é feito com base nos sintomas, mas o médico pode pedir exames que possam indicar se existe alguma outra doença que esteja causando os mesmo sintomas. No entanto, em épocas de epidemia os médicos podem suspeitar da doença e nem sempre solicitam qualquer exame.

Exames que identificam o Zika vírus
Os exames que identificam o Zika vírus encontram pequenas partículas desse vírus na corrente sanguínea da pessoa infectada, por isso só é eficaz quando é realizado quando os sintomas da Zika estão presentes, o que dura cerca de 5 a 10 dias. Após esse período não é possível saber se a pessoa teve a doença ou não porque nem sempre são encontrados vestígios do vírus no sangue.

Como saber se está com Zika - Sintomas e Exames

Novos exames disponíveis
Com base nos últimos avanços científicos, estão sendo realizados exames específicos que possam diferenciar o ZIKAV, da dengue e da chikungunya.

Atualmente, o exame mais específico para detectar o Zika vírus é o RT-PCR que está disponível em centros de referência do Ministério da Saúde, não sendo acessível à população, sendo utilizado somente nos casos de investigação de complicações e mortes relacionadas ao Zika vírus.

Um novo teste chamado KIT NAT que é capaz de diagnosticar a dengue, zika e chikungunya num mesmo exame já foi aprovado e encomendado pelo ministério da saúde para substituição do RT-PCR. O novo KIT identifica o material genético de cada vírus em particular, mas ainda não encontra-se disponível em todas as unidades de saúde, estando restrita somente à Fiocruz.

Outros exames que irão encontrar os anticorpos contra o Zika ainda encontram-se em fase de estudos em diversos países, já que a Zika se tornou um problema de saúde mundial.

Tratamento do Zika vírus
O tratamento para o Zika vírus é o mesmo que o tratamento da dengue, e deve ser orientado por um clínico geral ou infectologista. Normalmente é feito apenas com o controle dos sintomas, uma vez que não existe um antiviral específico para combater a infecção.

Assim, o tratamento pode ser feito apenas com repouso em casa durante cerca de 7 dias e o uso de analgésicos e remédios para febre,como Paracetamol ou Dipirona, por exemplo, para aliviar os sintomas e acelerar a recuperação. Anti-alérgicos e Anti-inflamatórios também podem ser indicados para controlar os sintomas.

Tratamento da Zika

Em algumas pessoas a infecção pelo Zika Vírus pode ter como complicação o desenvolvimento da Síndrome Guillain-Barré, uma doença grave que quando não é tratada pode deixar e paciente sem andar e respirar, sendo potencialmente fatal. Por isso se apresentar fraqueza progressiva nas pernas e nos braços deve ir rapidamente para o hospital. Pessoas diagnosticadas com esta síndrome relataram ter apresentado os sintomas da Zika cerca de 2 meses antes.

Por que ir ao médico?
Se apresentar ou sintomas ou em caso de suspeita de Zika deve-se ir ao médico para que ele possa identificar a doença e indicar os medicamentos necessários. Apesar destes remédios não precisarem de receita médica para serem comprados a auto-medicação não deve ser aplicada.

Além disso, a Zika é uma doença que deve ser avisada às autoridades de saúde do Brasil e do mundo e cabe ao médico enviar relatórios que indicam o número de infectados e os sintomas que apresentaram porque estas informações são importante para o estudo desta doença, sendo útil para saber mais detalhes sobre o Zika Vírus e suas implicações na saúde.

Porque o médico nem sempre pede exames?
Normalmente os médicos não pedem exames específicos para o ZIKA porque estes não encontram-se disponíveis para o público em geral. Somente algumas pessoas selecionadas pelo ministério da saúde são submetidas a exames que possam identificar o zika vírus, enquanto os sintomas da doença ainda estiverem presentes. Após este período apenas vestígios virais podem ser identificados em alguns tecidos, mas para identifica-lo é preciso um outro exame, um pouco mais específico e mais caro.

No entanto, para despistar outras doenças o médico poderá solicitar outros exames como exame de sangue, urina ou ultrassonografia, para identificar outras doenças que podem ter sintomas semelhantes.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Destaque Notícias

3 de março de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas