Novembro azul: morte por câncer de próstata é 30% maior em sedentários - IMEB

Novembro azul: morte por câncer de próstata é 30% maior em sedentários

No Outubro Rosa, falamos sobre o câncer de mama, onde a atividade física entrou como parte inestimável tanto no tratamento em si como também para evitar sequelas da quimioterapia, da radioterapia e da cirurgia, além de sua importância na prevenção do mesmo.

Agora entramos no Novembro Azul, o mês da prevenção do câncer de próstata, uma glândula exclusiva do gênero masculino (lembre-se que câncer de mama pode ocorrer também no homem). Parece algo simples de se convencer, mas existe um grande problema, o exame do toque retal associado à falta de exame mais eficiente do que a simples dosagem do PSA. Mudanças chegarão em breve, mas no momento essa é a estratégia mais eficiente, mesmo que os resultados ainda não sejam totalmente certeiros, e até contestados por não darem 100% de segurança no diagnóstico.

Fora o machismo latente em muitos homens, o medo do resultado dar positivo para câncer afugenta o interessado. Ainda temos muito o que fazer, o câncer de próstata é o mais frequente no homem, mas perfeitamente curável sem sequelas se descoberto em tempo. Uma grande vantagem para os homens é que seu crescimento, em geral, é lento, e o risco de morte é baixo, em 10 anos não passa de 7%, tudo para nos ajudar. Essas características nos dão grande chance de cura total.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Notícias

6 de novembro de 2014

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas