Os Malefícios dos Refrigerantes - IMEB

Os Malefícios dos Refrigerantes

Bebida bastante popular no mundo inteiro e contribuinte importante da obesidade infantil, os refrigerantes estão no alvo dos profissionais que orientam a reeducação alimentar e dos adeptos da boa alimentação.

O refrigerante tem nível nutricional pobre, uma vez que possui calorias vazias, ou seja, não traz qualquer benefício à sua. É praticamente açúcar líquido com nenhum nutriente. Além disso, essa bebida pode destruir os nutrientes presentes no corpo. O açúcar ou o adoçante colocados nas versões light provocam a queima e a eliminação de vitaminas e sais minerais. Em excesso, podem aumentar a taxa de triglicérides, levando os riscos de doenças. Se o refrigerante possuir cafeína, o organismo produz adrenalina e, assim, pede mais açúcar e carboidratos para que a glicemia seja mantida, criando um círculo vicioso. O ácido fosfórico, presente na bebida, reduz a absorção de cálcio e magnésio, influenciando negativamente na estrutura óssea e nos resultados de treinos esportivos.

Os refrigerantes chamados light, diet ou zero possuem menos calorias, porém há mais sódio, o que eleva o risco de hipertensão, retenção de líquidos e, consequentemente, a possibilidade de edema. Eles também possuem alguns compostos que causam algum grau de vício, como o adoçante, que faz com que o cérebro se acostume com essa substância, enquanto os que possuem açúcar causam liberação da dopamina pelo cérebro, fazendo com que a pessoa sinta vontade de ingerir novamente o refrigerante, podendo levar ao consumo excessivo.

A ingestão prolongada de refrigerantes causa resistência à insulina, que não leva apenas glicose para as células, mas também outros nutrientes. Para quem treina para ganhar massa muscular, significa menos nutrientes para as células musculares, esses depositados nos tecidos adiposos, propiciando a obesidade. Portanto, o refrigerante deve ser retirado da dieta de quem pretende emagrecer e ficar mais forte.

O refrigerante, obviamente, não é um alimento proibido dentro do contexto de uma alimentação saudável. No entanto, deve ser evitado ou usado com muita moderação para quem pretende manter ou diminuir o peso e melhorar o rendimento dos treinos esportivos. A substituição por suco de frutas naturais e água é uma boa medida nesse sentido.

Leia também: Má alimentação: consequências, riscos e doenças que pode causar.

DR. ROBSON FERRIGNO
Médico rádio-oncologista em
São Paulo e membro titular do CBR
[email protected]

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Destaque Notícias

3 de agosto de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas