Residência Conjunta de Radiologia e Medicina Nuclear - IMEB

Residência Conjunta de Radiologia e Medicina Nuclear

O avanço tecnológico médico atual tem aproximado cada vez mais as especialidades de Radiologia e Medicina Nuclear.  Essa última, surgiu na década de 60 nos Estados Unidos e nos anos 70 no Brasil, ligada originariamente à Endocrinologia. Realizava exames de imagem e dosagens de radioimunoensaio.

Hoje com equipamentos híbridos, isto é, a combinação em uma só plataforma de equipamentos de Medicina Nuclear e Radiologia (SPECT/CT, PET/CT, PET/CT/Ressonância), aliados a sistemas de computação e softwares para fusão de imagens, o conhecimento das duas tecnologias tem sido fundamental para o profissional da área de imaginologia.

Nos EUA existem pelo menos 5 programas acreditados de Residência Médica Combinada de Radiologia e Medicina Nuclear, em formato de 4 ou 5 anos (Stanford, University of Arkansas, Emory University, Univesity of Michigan e St Luke’s-Roosevelt Hospital Center, em Nova Iorque).

No Brasil, as residências médicas são separadas, necessitando pelo menos 3 anos em cada uma delas.  Porém os programas do Colégio Brasileiro de Radiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear permitem realizar a segunda especialidade em apenas 2 anos, para aqueles que tenham concluído a residência na outra área.

O IMEB, Imagens Médicas de Brasília, disponibiliza a Especialização em Medicina Nuclear a 6 anos e neste ano pela primeira vez uma médica que concluiu a Residência em Radiologia durante 3 anos, vai fazer a Especialização em Medicina Nuclear por mais dois anos, em nossa instituição.

Por atuar nas duas especialidades, Medicina Nuclear e Radiologia, acreditamos que o IMEB terá mais condições de adequar o ensinamento em dois anos, qualificando a profissional para obter agora, o título de especialista em Medicina Nuclear.

Quem sabe, com uma maior integração dos programas e das sociedades (CBR e SBBMN), em um futuro próximo possamos evoluir para os 4 anos integrados, para a Residência Médica de Radiologia combinado com Medicina Nuclear.

Dr. Alaor Barra Sobrinho – Coordenador da Especialização em Medicina Nuclear do IMEB

Leia também: Mitos e Verdades sobre Medicina Nuclear: o que você precisa saber.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Notícias

7 de fevereiro de 2014

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas