Saiba mais sobre o exame: Mamografia com contraste - IMEB

Saiba mais sobre o exame: Mamografia com contraste

A mamografia é o principal exame de avaliação mamária. Preenche os critérios de um bom exame de rastreamento, ou seja, amplamente disponível, de rápida execução e interpretação, de baixo custo, com boa sensibilidade e especificidade geral. Apesar disto, apresenta imperfeições, principalmente em mulheres com mamas densas, alto risco e no planejamento terapêutico e avaliação de resposta ao tratamento.

mamografia digital com contraste surgiu para aprimorar a mamografia, possibilitando a avaliação vascular no mesmo momento. A mamografia com contraste é conhecida também como mamografia contrastada, mamografia espectal com contraste e angiomamografia.
Consiste de um mamógrafo especial onde foi adicionado um filtro de cobre aos tradicionais ródio e molibdêmio. O filtro de cobre produz raios-X com alta energia, sendo possível obter imagens que avaliam apenas as estruturas que captam contraste.
O exame está disponível na Europa desde 2000 e o primeiro aparelho capaz de realizar Mamografia com Contraste das Américas (GE SenoBright) foi instalado na clínica IMEB, em Brasília, no final de 2011.
 CARACTERÍSTICAS DO EXAME:
  • Administração de contraste iodado na mesma dose da tomografia
  • Realização das 4 incidências tradicionais da mamografia
  • Incremento de 20% na dose a mamografia digital (menos que a tomossíntese)
  • Custo de 50% da Ressonância Magnética
  • Tempo de compressão das mamas: 10-15 segundos por incidência
  • Tempo total de exame: 10 minutos
 PRINCIPAIS INDICAÇÕES:
  • Rastreamento de mulheres com mamas densas
  • Rastreamento de mulheres com história familiar e/ou pessoal de câncer de mama
  • Esclarecimento de achados duvidosos à mamografia
  • Avaliação de mulheres com lesões palpáveis e mamografia convencional e ultrassonografia normais
  • Localização de lesões identificadas à Ressonância sem expressão à mamografia convencional a fim de realização de biópsias guiadas por estereotaxia
  • Planejamento terapêutico, auxiliando na detecção de lesões adicionais
  • Controle pós-tratamento, seja cirúrgico, quimio ou radioterápico
  • Contraindicação à Ressonância Magnética (pessoas claustrofóbicas, portadores de marca-passo, dentre outros)

Leia também:

Idade para Mamografia: quando realizar o exame e quem deve fazer?

 CONTRA-INDICAÇÕES:
  • insuficiência renal grave
  • história prévia de reação ao contraste iodado. Nestes casos recomenda-se conversar com o médico radiologista para esclarecimento e caracterização da reação ocorrida
  • implante ou prótese de silicone
 PREPARO PARA O EXAME:

Jejum de 4 a 6 horas
Evitar de passar creme ou qualquer produto nos seios e axilar, no dia do exame
Levar exames anteriores

Aproveite e leia também este artigo: 8 mitos e verdades sobre a mamografia.

Leia também: Prevenção do Câncer de Mama: por que a mamografia é fundamental?

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Notícias

13 de julho de 2016

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas