Seca de Brasília: 5 dicas de saúde para evitar o mal estar

brasília visto de cima

O período de seca em Brasília (maio a setembro) costuma trazer alguns problemas de saúde muito comuns: garganta seca, sangramento nasal, lábios ressecados, rinite agravada, entre outros.

Às vezes, a seca na cidade também pode até assustar: em agosto de 2018, a Defesa Civil do Distrito Federal chegou a declarar estado de emergência, com a umidade relativa do ar chegando ao nível de 12%.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas práticas para os brasilienses evitarem o mal estar e problemas de saúde decorrentes da seca de Brasília. Acompanhe!

1. Regra de ouro: beba bastante água

Beber muito líquido deve ser um hábito a ser adotado durante todo o ano, mas no período de seca em Brasília, quando coincide com a estação de inverno, esse cuidado deve ser redobrado. 

Quantos litros de água devo beber por dia?

A recomendação geral é que sejam ingeridos 2 litros de água diariamente. Entretanto, a quantidade pode variar de pessoa para pessoa, sem contar o período seco, que exige uma maior hidratação. Por isso, avalie como seu organismo responde quando você consome essa quantidade.

Dicas úteis são: 

  • Acompanhar a sua sede durante o dia. A sede representa um déficit de água no seu organismo que deve ser compensado. 
  • Monitorar a cor da sua urina. Caso esteja muito amarelada é sinal de que você precisa ingerir mais água.

Leia também:

Dia Mundial da Saúde 2019: 4 passos para uma vida saudável

2. Não ignore a hidratação da pele

Muitas pessoas não possuem o hábito de hidratar a pele diariamente. No período de seca em Brasília, no entanto, esse descuido pode trazer muitos prejuízos para a saúde da sua pele.

O tempo seco resseca a pele e pode desencadear dermatites, como descamação, vermelhidão, coceira, rachaduras e feridas. As áreas mais suscetíveis a esses problemas são as que não costumam produzir secreção sebácea, como braços e pernas. 

Crianças, idosos e mulheres que estão no período pós-menopausa apresentam, naturalmente, uma pele mais seca, exigindo uma hidratação redobrada.

Use um hidratante corporal de acordo com o seu tipo de pele (seca, oleosa ou mista), e procure passá-lo antes de dormir todas as noites. Em caso de dúvidas, consulte um dermatologista para que ele indique hidratantes e outros produtos adequados para a sua pele.

3. A hidratação também vale para os olhos e para a boca

O tempo seco em Brasília pode fazer com que muitos brasilienses apresentem lábios rachados e ressecados, além de sensação de areia nos olhos. Por isso, olhos e boca também devem fazer parte dos cuidados com a hidratação. 

Passe um protetor labial de duas a três vezes ao dia, ou quando a boca tiver sido lavada. Para não esquecer, leve sempre um protetor dentro da bolsa ou no bolso da roupa.

No caso dos olhos, existem colírios lubrificantes (que devem ser receitados por um oftalmologista) que podem ajudar com o olho seco nessa época do ano. Para evitar outros problemas ou crises alérgicas, como a conjuntivite:

  • Use óculos de sol com proteção UVA e UVB;
  • Faça pausas no trabalho para descansar os olhos;
  • Umidifique o ambiente para evitar o ressecamento dos olhos;
  • Ajuste a luz do computador e do celular para que não prejudique a sua visão.

4. Evite praticar atividades físicas nas horas mais quentes do dia

Atenção para os praticantes de atividades físicas: a seca de Brasília costuma trazer umidades com níveis bem baixos, necessitando de um cuidado redobrado na hora de escolher o melhor horário para se exercitar.

De modo geral, antes das 10h da manhã e após às 16h são os melhores horários do dia. Se não for possível praticar nessa hora, evite a exposição direta ao sol e interrompa a atividade ao sinal de qualquer mal-estar.

O tempo seco pode ainda enrijecer os músculos e as articulações. Por isso, não se esqueça de fazer alongamentos leves antes e depois das suas atividades, além de se alimentar bem para recompor os nutrientes.

Leia também:

Alimentação e atividade física: o combo que preserva a sua saúde

5. Umidifique o ambiente

Como dito anteriormente, o tempo seco pode trazer muitos problemas de saúde, como sangramento nasal, dor de cabeça e até sensação de areia nos olhos. Uma forma de evitar isso é manter o ambiente sempre bem ventilado e umidificado.

Se não for possível usar um umidificador, uma boa alternativa é utilizar toalhas úmidas e baldes de água. Mas lembre-se de trocar a água para não gerar bactérias e mosquitos, ok?

Com essas dicas, você pode vivenciar a seca de Brasília sem prejudicar a sua saúde.

Leia também: Cansaço excessivo pode ser sinal de algumas doenças. Confira!

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029