Cintilografia renal: para que serve e como funciona o exame

O exame de cintilografia renal é capaz de diagnosticar diversas doenças.

 

A cintilografia é uma especialidade médica que faz o uso de pequenas doses de radiação, a fim de diagnosticar — por meio de imagens detalhadas — diversos tipos de doenças. Neste artigo, vamos tirar todas as dúvidas sobre um dos seus tipos específicos: a cintilografia renal. Acompanhe! 

O que é o exame de cintilografia renal? Para que serve?

A cintilografia renal é um exame capaz de avaliar o funcionamento e o formato dos rins do paciente, por meio da administração intravenosa de uma substância radioativa, chamada de radiofármaco.

Há dois tipos principais de cintilografia renal:

 

  • Cintilografia renal dinâmica (DTPA): avalia a função renal e as vias excretoras urinárias. Com esse exame é possível comprovar suspeitas de hipertensão arterial de origem renovascular.

 

Como funciona o exame de cintilografia renal?

No caso da cintilografia renal estática, é administrado na veia do paciente uma pequena quantidade de material radioativo, o radiofármaco chamado de DMSA. 

Após a injeção, o paciente deverá aguardar um período de 2 a 4 horas para realização das imagens. Esse intervalo de tempo é necessário para que o material se concentre nos rins.

Após esse período, o paciente retorna para realização das imagens, o que leva cerca de 30 minutos.

Já na cintilografia renal dinâmica, o paciente deverá esvaziar completamente a bexiga antes de começar o exame. Ele é, então, posicionado no aparelho e recebe por via endovenosa uma pequena quantidade de material radioativo, o radiofármaco, que, neste caso, é o DTPA.

Este material é concentrado e eliminado pelos rins, podendo assim avaliar a função renal e as vias urinárias.

As imagens duram cerca de 30 a 40 minutos para serem realizadas. 

Em alguns casos, pode ser administrado na veia do paciente um diurético para uma melhor avaliação da eliminação do radiofármaco. 

Preparo para o exame

  • Não é necessário jejum.
  • Medicamentos não precisam ser suspensos.
  • Recomenda-se a ingestão de líquidos (aproximadamente três copos) antes do início do exame, podendo esvaziar a bexiga quantas vezes desejar. 
  • É importante que o paciente traga exames realizados anteriormente.

 

Nos vídeos abaixo, o Dr. Renato, médico do IMEB, explica tudo sobre os dois tipos de cintilografia renal:

 

Indicações 

O exame pode ser solicitado quando o paciente apresenta sintomas conectados com possíveis problemas nos rins, como: alterações na urina, vontade frequente de urinar, pressão na bexiga, cansaço excessivo sem razão aparente, perda de apetite, dentre outros.

Caso exames mais simples, como o teste de urina, não sejam suficientes para um diagnóstico preciso, exames de imagem, como a cintilografia, poderão ser solicitados.

Nesse sentido, a cintilografia renal poderá detectar com mais precisão, e de forma precoce, pedras ou cistos nos rins, insuficiência renal, infecções renais, doença policística renal, dentre outras doenças que acometem a região.

Contraindicações

Mulheres grávidas, com suspeita de gravidez ou amamentando não poderão realizar o exame, visto que o feto ou recém-nascido são notavelmente mais sensíveis à radiação.

Existem riscos ao realizar o exame de Cintilografia Renal?

Os riscos durante o exame de cintilografia renal são mínimos, pois a exposição do paciente à radiação é relativamente baixa. 

Reações alérgicas aos radiofármacos, apesar de serem bem raras, podem acontecer, mas geralmente são leves.

Vale lembrar que é necessário que o exame seja feito de forma segura por profissionais especializados em um local que ofereça a estrutura ideal para a realização do exame.

Para que o paciente não corra riscos, deve-se exigir certos cuidados dos profissionais, que vão desde a limpeza dos equipamentos até o controle das doses do medicamento.

 

No vídeo abaixo, o Dr. Renato, médico do IMEB, explica melhor sobre efeitos colaterais no exame de Cintilografia, em geral. Assista:

 

Onde realizar o exame de cintilografia renal?

Ao escolher uma clínica para realizar seus exames, opte sempre por uma que se preocupa com a qualidade dos profissionais, do local e do atendimento.

O IMEB, Imagens Médicas de Brasília, é referência em Medicina Nuclear e Radiologia na região Centro-Oeste do Brasil. Tornou-se a primeira clínica de diagnóstico por imagem e medicina nuclear do Distrito Federal com Acreditação em Nível 3 da ONA (Organização Nacional de Acreditação).

A clínica sempre priorizou a importância de investir em equipamentos de alta sofisticação tecnológica com o intuito de obter um diagnóstico preciso para o tratamento dos pacientes.

Além de contar com uma equipe multidisciplinar e corpo clínico altamente qualificado, com a qualidade e experiência da sua equipe de profissionais, o ponto principal do IMEB é: um atendimento humanizado a você.

Isso comprova um alto padrão de qualidade e segurança na entrega de um diagnóstico de qualidade para os seus pacientes.

Se você precisa realizar uma cintilografia, realize o seu agendamento conosco!

Agende o seu exame.

 

Leia também:

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029