Estresse excessivo: 8 sinais do seu corpo pedindo uma pausa! - IMEB

Estresse excessivo: 8 sinais do seu corpo pedindo uma pausa!

É fácil perceber que as pessoas estão cada vez mais estressadas. Desde problemas no trabalho até o trânsito, passado pela correria diária e a sensação de que o tempo passa mais rápido a cada dia. O estresse tem sido um desafio na rotina das pessoas.

Sentir-se estressado no dia a dia é algo normal e até esperado. O problema é quando essa sensação se torna frequente ou prolongada, quase que passando a fazer parte da personalidade e do jeito de ser do indivíduo.

É comum ouvirmos frases do tipo: fulano é uma pessoa estressada!

No longo prazo, o resultado disso são problemas psicológicos e até físicos, que podem acabar prejudicando a qualidade de vida e o próprio desempenho profissional.

Descubra, neste artigo, 8 sinais de que seu corpo pode estar pedindo uma pausa!

O que é o estresse?

O estresse é uma resposta natural do organismo a situações que representem risco, medo ou preocupação, tanto reais quanto imaginários.

Para lidar com esse tipo de situação, o corpo desencadeia uma série de reações, que provocam alterações físicas e emocionais, ativando a liberação de hormônios como o cortisol e a adrenalina.

A ação desses hormônios nesses momentos é normal – e até necessária – para nos fazer agir, no entanto, quando liberados em excesso e por um tempo prolongado, acabam deixando a pessoa em um constante estado de alerta, o que não é nada saudável.

Diversas situações podem levar a esse estado de estresse, como acúmulo de preocupações, dificuldades financeiras, pressão no trabalho, faculdade ou escola, mudanças na rotina ou estilo de vida, situações no trânsito, traumas, problemas no relacionamento familiar ou amoroso e muitas outras situações.

Você conhece a síndrome de burnout? Trata-se do esgotamento físico e mental relacionado ao trabalho. Saiba mais acessando este artigo!

Sintomas do estresse

Os sintomas do estresse, em geral, podem se manifestar tanto por meio de sinais psicológicos quanto físicos.

Os principais sinais psicológicos do estresse excessivo são:

  • Ansiedade, angústia e excesso de preocupação.
  • Irritabilidade e impaciência.
  • Sensação de tontura.
  • Insônia.
  • Falta de concentração e falha na memória.
  • Negatividade, pessimismo e variações no humor.
  • Sensação de esgotamento e cansaço.

Esses sintomas, se não tratados, podem se acentuar e evoluir para outros quadros mentais mais graves, como depressão, síndrome do pânico e síndrome de burnout.

O estresse excessivo e prolongado pode evoluir para um quadro depressivo. Conheça melhor essa doença e aprenda a se proteger ou tratar!

Como o estresse afeta o seu corpo

Além dos sintomas psicológicos, os efeitos do estresse também se manifestam de diversas formas no corpo.

Abaixo listamos 8 sinais físicos de como o estresse pode afetar o seu corpo.

1. Dores de cabeça

Dores de cabeça constantes, ou até enxaquecas, são sintomas que podem surgir quando o estado de alerta se prolonga por muito tempo.

Dados apontam que cerca de 80% das dores de cabeça têm origem tensional e que em 10% das pessoas isso ocorre de forma frequente.

Em situações de estresse, é comum apresentar tensão muscular, sono ruim e dificuldade para relaxar. Todos esses são fatores que contribuem para as dores de cabeça tensionais.

2. Cansaço constante

A pessoa acometida pelo estresse excessivo se sente cansada na maior parte do dia. 

O estado de alerta constante, causado pelo estresse elevado, dispara a produção dos hormônios cortisol e adrenalina, que aumentam os batimentos, a tensão muscular, fazendo com que o gasto de energia do corpo seja muito maior.

Quando o estresse se prolonga por muito tempo, é comum a sensação de cansaço mesmo para quem acabou de acordar.

3. Problemas sexuais

Esse é um sintoma diretamente relacionado com o item anterior, já que cansaço excessivo, a fadiga e o esgotamento físico interferem de maneira efetiva no desempenho sexual da pessoa estressada.

Além disso, o aumento do cortisol provocado pelo estresse diminui a produção de testosterona, que é o hormônio sexual masculino. Isso pode levar também a dificuldades de ereção.

4. Dores no peito

A aceleração dos batimentos cardíacos, que pode ou não ser acompanhada por dores no peito, é um dos sintomas da pessoa estressada.

Os chamados “hormônios do estresse” descarregados na corrente sanguínea explica essa sensação que, na maioria das vezes, não tem nenhuma relação com problemas cardíacos, e é aliviada assim que a pessoa descobre meios de aliviar o estresse.

É comum, em situações assim, que esses sintomas sejam confundidos com um infarto.

A possibilidade de se tratar de um quadro emocional não descarta a chance de um problema cardíaco real. Confira neste artigo quando é preciso procurar um cardiologista!

5. Ganho de peso

Muitas pessoas utilizam a comida como forma de compensar o estresse excessivo, e esses alimentos, quase sempre, são aqueles considerados mais calóricos e ricos em gordura ou açúcar.

Por isso, o ganho de peso no estresse é rápido e não tem relação com outras doenças.

Longos períodos de estresse também podem fazer com que a pessoa desenvolva compulsão alimentar.

Quer entender melhor essa relação e por que o estresse pode te fazer engordar? Então confira este outro artigo do nosso Blog!

6. Bruxismo

Nos quadros de estresse excessivo, a ansiedade e a tensão são tão grandes que a pessoa, mesmo sem perceber, adquire o hábito involuntário de ranger os dentes.

Além de causar sérios problemas dentários, o bruxismo (como é chamado esse transtorno) também pode gerar dores de cabeça e nas articulações do rosto.

Além de buscar ajuda psicológica, para tratar a origem do problema, é importante buscar avaliação com um(a) dentista, para que seja prescrita a chamada “placa de mordida” ou “placa miorrelaxante”.

7. Imunidade baixa

A baixa imunidade também pode ser um dos efeitos do estresse elevado e constante.

A explicação para isso estaria numa redução do número de linfócitos na corrente sanguínea, que são células do sistema imunológico, responsáveis por combater vírus e bactérias.

Com essa redução, a pessoa se torna mais vulnerável a doenças infecciosas, como vírus e resfriados.

8. Problemas na pele e no cabelo

O estresse se manifesta no corpo também por sintomas como queda de cabelo em excesso, caspa, unhas quebradiças e mãos frias e suadas.

Além disso, esse excesso de tensão pode acabar desencadeando – ou agravando – quadros mais graves, como vitiligo e psoríase.

Tratamentos para o estresse excessivo!

Para tratar o estresse, primeiro é preciso descobrir o agente causador do problema.

Para isso, é preciso que a própria pessoa pare e reflita sobre o estilo de vida que vem levando, tanto em sua vida pessoal quanto profissional. Nesse sentido, é importante avaliar não somente os compromissos do dia a dia, mas também a forma de encará-los, com relação a seu grau de importância e prioridade.

👉 Será que faria mesmo tanta diferença deixar aquela tarefa para depois? 

Caso essa reflexão seja algo difícil de fazer sozinho, sempre é possível buscar o auxílio de um profissional especializado no assunto, como um psicólogo, que irá te ajudar a refletir sobre sua rotina e estilo de vida e desenvolver, com você, estratégias de enfrentamento.

Caso seja necessário, esse profissional poderá solicitar uma avaliação médica, para que seja avaliada a necessidade ou não de alguma medicação que ajude nesse processo.

Como dissemos anteriormente, o estresse é comum no dia a dia, mas se torna um problema quando ele é excessivo e prolongado. Para aliviar o estresse e prevenir que a situação se torne extrema, alguns hábitos saudáveis podem ser adotados, como:

  • Praticar exercícios físicos.
  • Manter uma alimentação balanceada.
  • Fazer terapia.
  • Reservar tempo para descanso e lazer.
  • Administrar melhor o tempo e suas prioridades.
  • Ter um sono de qualidade.


O IMEB (Imagens Médicas de Brasília) está sempre buscando promover saúde, bem-estar e qualidade de vida, seja por meio dos serviços prestados, seja oferecendo conteúdos informativos, ricos e sempre gratuitos.

Caso você tenha se beneficiado desta leitura, compartilhe com outras pessoas e vamos levar adiante essa corrente positiva de boa informação e cuidado!

No link abaixo você pode baixar gratuitamente diversos outros conteúdos sobre saúde e qualidade de vida. Clique no botão para acessar!

E-BOOKS GRATUITOS SOBRE SAÚDE E BEM-ESTAR 

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Blog

29 de setembro de 2021

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas