Câncer de Endométrio: sintomas e exames - IMEB

Câncer de Endométrio: sintomas e exames

Quase todos os cânceres de útero começam no endométrio, o revestimento interno do órgão.

Os dois principais tipos de câncer de endométrio são:

  • Sarcomas Uterinos – Podem começar no tecido conjuntivo de suporte (estroma) e nas células musculares do útero. Eles são menos comuns que o carcinoma endometrial, e incluem os sarcomas estromais e os leiomiossarcomas.
  • Carcinomas do Endométrio – Os cânceres endometriais que se iniciam nas células que revestem o útero pertencem ao grupo dos carcinomas. A maioria dos carcinomas endometriais são cânceres das células que formam as glândulas do endométrio.

Os carcinomas do endométrio podem ser divididos de acordo com o tipo de células que os formam:

  • Adenocarcinoma.
  • Carcinossarcoma.
  • Carcinoma espinocelular.
  • Carcinoma indiferenciado.
  • Carcinoma de pequenas células.
  • Carcinoma Transicional.

O tipo mais comum de adenocarcinoma é o endometrioide. Os cânceres endometrioides são compostos de células glandulares que se parecem muito com o revestimento do útero normal (endométrio). Alguns destes cânceres contém células escamosas ou células glandulares. Um câncer com ambos os tipos de células é denominado adenocarcinoma com diferenciação escamosa. Se, sob o microscópio, as células glandulares parecem malignas, e as células escamosas não, o tumor é denominado adenoacantoma. Se ambas as células escamosas e glandulares são malignas, estes tumores são denominados carcinomas adenoescamosos. Existem outros subtipos de câncer endometrioide, como carcinoma secretor, carcinoma ciliado e adenocarcinoma viloglandular.

O carcinoma de células claras, o adenocarcinoma mucinoso e o adenocarcinoma papilífero seroso  são os tipos menos comuns de adenocarcinomas de endométrio. Tendem a serem mais agressivos do que a maioria dos cânceres de endométrio. Crescem rapidamente e muitas vezes são diagnosticados quando a doença se encontra disseminada.

Os principais sinais e sintomas do câncer de endométrio são:

  • Hemorragias, Manchas e Corrimentos: Cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de endométrio tem sangramento vaginal, como sangramento entre as menstruações ou após a menopausa. Este sintoma também pode ocorrer em algumas condições não cancerígenas, mas é importante consultar imediatamente um médico sempre que tiver qualquer sangramento irregular. Se você já passou a menopausa, é muito importante relatar qualquer sangramento vaginal, mancha ou corrimento anormal ao seu médico. O corrimento vaginal sem sangue também pode ser um sinal de câncer endometrial. Mesmo que você não possa ver o sangue, não significa que não exista a doença. Em cerca de 10% dos casos, o corrimento associado ao câncer de endométrio não tem sangue. Qualquer corrimento anormal deve ser relatado ao seu médico.
  • Dor pélvica e Perda de Peso: Dor na pelve, massa anormal na pelve e perda de peso também podem ser sintomas de câncer de endométrio. Estes sintomas são mais comuns em fases mais avançadas da doença. Ainda assim, qualquer atraso em procurar ajuda médica pode permitir que a doença progrida ainda mais, diminuindo as chances de sucesso no tratamento.

 

Diagnóstico do Câncer de Endométrio

Não existe exame de rastreamento para o câncer de endométrio em mulheres assintomáticas. A maioria das mulheres é diagnosticada em função dos sintomas.

Histórico Clínico e Exame Físico

Se você apresenta sintomas que podem estar sendo causados pelo câncer de endométrio, o médico fará perguntas sobre seu histórico clínico e de seus familiares para verificar possíveis fatores de risco e para entender melhor seus sintomas. O médico também irá examiná-la para detectar possíveis sinais de câncer de endométrio e outros problemas de saúde.

Consultando um Especialista

Se o exame ginecológico e outros exames sugerem que você possa ter câncer de endométrio, será necessário consultar um médico especialista. Todas as pessoas com suspeita de câncer de endométrio devem consultar um oncologista antes da cirurgia.

Tratamentos do Câncer de Endométrio

Após o diagnóstico e estadiamento da doença, o médico discutirá com a paciente as opções de tratamento. Dependendo do estágio da doença e alguns outros fatores, as principais opções de tratamento para pacientes com câncer de endométrio podem incluir a cirurgia, radioterapia, terapia hormonal e quimioterapia. A cirurgia é o tratamento principal para a maioria das mulheres, mas em certas situações mais do que um desses tratamentos ou uma combinação deles podem ser utilizados.

Leia também:

Diferença entre radioterapia e quimioterapia: os efeitos são os mesmos?

Alguns fatores podem ser decisivos na escolha do tipo de tratamento, como estágio da doença, estado geral de saúde, se a paciente planeja ter filhos, além de outras considerações pessoais.

Em função das opções de tratamento definidas para cada paciente, a equipe médica deverá ser formada por especialistas, como cirurgião, oncologista e radioterapeuta. Mas, muitos outros poderão estar envolvidos durante o tratamento, como, ginecologistas, enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais e psicólogos.

https://www.youtube.com/watch?v=u7-SglPi_Do

É importante que todas as opções de tratamento sejam discutidas com o médico, bem como seus possíveis efeitos colaterais, para ajudar a tomar a decisão que melhor se adapte às necessidades de cada paciente.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Combate ao câncer

27 de janeiro de 2017

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas