Qual a diferença entre radioterapia e quimioterapia?

A cura do câncer ainda é um desafio para pesquisadores. E os tratamentos mais indicados e conhecidos até o momento são a radioterapia e quimioterapia, cuja aplicação depende do câncer a ser tratado. Hoje vamos ver qual a diferença entre esses dois tratamentos.

Nenhuma outra doença é tão comentada quanto o câncer. Talvez por sua abrangência e variedade, atingindo órgãos de maneira diferente. Ou devido à agressividade e pelo número de vítimas cada vez maior.

O que é o câncer?

O câncer é uma mutação das células e que muitas vezes tem sua causa ignorada ou de difícil diagnóstico. Apenas se descobre que uma célula passou a se reproduzir de uma maneira diferente do normal e que essa “desordem” evoluiu para um tumor que pode crescer e se espalhar pelo organismo se não for tratado em tempo e da maneira mais adequada.

O tratamento varia de acordo com o tipo e a localização do tumor. Os dois tratamentos mais utilizados são a radioterapia e a quimioterapia, podendo ser administrados em conjunto em alguns casos.

Exames como raio-x, ressonância magnética e tomografia computadorizada são utilizados para a visualização do local e identificação do tamanho e condições do tumor. É isso que permite diagnosticar e escolher qual o tratamento mais adequado para cada caso.

Radioterapia

Esse método consiste na descarga de radiação diretamente na região onde está localizado o tumor. Esse processo evita que células sadias e outros órgãos próximos ao local afetado não sejam atingidos. É utilizado nos casos onde ainda não ocorreram metástases (difusão das células cancerígenas para outras partes do corpo) e que o câncer não está muito avançado.

As radiações destroem as células cancerígenas e impedem o seu crescimento e reprodução. Com isso ocorre a diminuição ou desaparecimento do câncer. É utilizado, em muitos casos, antes da cirurgia de retirada do tumor, para diminuir seu tamanho e área a ser extirpada.

Quimioterapia

Existem diferentes protocolos de quimioterapia indicados para cada tipo de câncer. Mas todos eles envolvem a administração endovenosa (na veia) de medicamentos que visam combater as células cancerígenas e promover a sua destruição, impedindo que se espalhem pelo organismo.

A quimioterapia pode ser utilizada para complementar a radioterapia ou nos casos em que esta não pode ser aplicada. Quando o câncer já se espalhou para outras regiões do organismo ou em áreas onde a radiação não é tão eficaz.

Diferentemente da radioterapia, a quimioterapia, percorre todo o organismo através da corrente sanguínea e acaba afetando outros órgãos, causando efeitos colaterais mais severos.

Diferença entre radioterapia e quimioterapia

Apesar de serem tratamentos distintos, como pudemos ver acima, a percepção maior da diferença entre os dois normalmente fica por conta dos efeitos colaterais, que são a maior queixa dos pacientes submetidos a esses tratamentos.

A quimioterapia, como já dissemos, apresenta sintomas e efeitos colaterais mais agressivos, que vão desde enjoo, náuseas e cansaço até a tão temida queda de cabelo, anemias e problemas de fertilidade.

Já na radioterapia os efeitos estão mais relacionados com a área que está sendo tratada. Geralmente não são sentidos imediatamente ao início da aplicação. Levam alguns dias ou semanas para serem percebidos pois são cumulativos.

O mais comum é o aparecimento de um processo inflamatório sobre a pele ou descamação no local onde a radiação foi aplicada. De qualquer maneira, os efeitos colaterais da radioterapia não são tão severos como os da quimioterapia e cessam logo após o término do tratamento.

A medicina já dispõe de medicamentos indicados para atenuar os efeitos colaterais da quimioterapia e da radioterapia. Porém, sua administração depende da resistência do paciente e do tipo de câncer que está sendo tratado.

Conhecer um pouco mais sobre o câncer pode tornar o entendimento da doença mais fácil. Baixe agora o E-book Tenho Câncer. E agora?.

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright