Boas práticas para o fim de ano: equilibrando a saúde mental! - IMEB

Boas práticas para o fim de ano: equilibrando a saúde mental!

Com a proximidade do fim de ano e o início de um novo ciclo, chega também o momento apropriado para se fazer uma autorreflexão de tudo o que aconteceu nos últimos 365 dias e avaliar o que foi positivo e negativo nesse período, visando corrigir os rumos para melhorar no ano que vem.

Um desses pontos onde é sempre possível melhorar, sem dúvida alguma, diz respeito à saúde mental!

Isso porque o excesso de cobrança consigo mesmo, o desgaste do trabalho e a abundância de informações e uso de redes sociais são grandes causadores de estresse, ansiedade e até de problemas mais graves, como síndrome de Burnout e depressão.

Para aproveitar bem o fim de ano, assim como lidar com os desafios do ano seguinte com tranquilidade e sem desgaste, trouxemos algumas dicas neste artigo para você equilibrar sua saúde mental e mantê-la em dia.

Boa leitura!

Dicas para manter a saúde mental em dia

1. Faça exercícios regulares

Exercícios físicos não são excelentes apenas para o corpo, mas também trazem inúmeros benefícios para a mente. Isso porque a prática de atividades físicas faz com que o cérebro libere hormônios como a dopamina e a endorfina, que estão relacionados ao bem-estar, à alegria e ao bom humor.

E, olha só, os exercícios não precisam ser na academia, se não quiser. Você pode se exercitar ao ar livre, fazendo uma caminhada ou pedalando, por exemplo.

2. Tenha boas noites de sono

Ter um sono de qualidade é ideal para a saúde do cérebro. É o momento certo para renovar as energias tanto do corpo quanto da mente. Já noites mal dormidas aumentam os níveis de cansaço, fadiga e estresse.

Para ter um sono saudável, os especialistas recomendam dormir de 6 a 8 horas por noite. Dormir muito acima ou, principalmente, muito abaixo dessa quantidade também pode não ser saudável e indicar que algo não está bem.

Será que seu corpo está pedindo uma pausa? Confira neste artigo 8 sinais de que seu corpo pode estar num estresse excessivo!

3. Mantenha uma alimentação saudável

Manter uma alimentação saudável é essencial para a mente, além de ser muito benéfico para o corpo e o coração.

Frutas, verduras, legumes, castanhas e outras oleaginosas aumentam, ao longo do tempo, a sensação de bem-estar e melhoram o humor.

Além disso, beber água com frequência traz inúmeros benefícios físicos e mentais, como o melhor funcionamento dos rins e aumento da concentração e produtividade.

E não precisa seguir à risca a recomendação de comer de 3h em 3h, como alguns dizem. O ideal é que o total e a variedade de alimentos (e nutrientes) ao longo do dia sejam satisfatórios. Procure um nutricionista.

4. Evite o excesso de tecnologia

Sabe aquela máxima que diz “desligue o celular e vá ler um livro”? Então, esse é um dos melhores métodos para melhorar sua saúde mental.

Tentar fazer um “detox de tecnologia” algumas vezes por semana é uma ótima maneira de descansar seu cérebro do excesso de informação e ter hábitos (e relações) mais saudáveis.

Isso não significa abandonar a vida online ou que a internet, em si, seja algo negativo. Significa somente que é preciso estar atento ao excesso.

Um dos efeitos da perda da saúde mental é a depressão. Entenda mais sobre essa doença e como tratá-la acessando este outro artigo!

5. Utilize técnicas de relaxamento

Práticas como meditação, alongamento e exercícios de respiração estão diretamente relacionadas à diminuição dos sintomas ligados ao estresse e ao controle da ansiedade.

Além disso, essas técnicas trazem inúmeros benefícios para a saúde física e mental, como a potencialização do autoconhecimento e autoestima, desenvolvimento de foco e ampliação das emoções positivas.

6. Não tente ser multitarefas

Uma característica comum a grande parte das pessoas é tentar fazer várias coisas ao mesmo tempo. A correria do dia a dia muitas vezes nos obriga a isso, seja no trabalho ou em casa.

Mas fazer duas ou mais tarefas simultaneamente, que exigem concentração, só aumenta o gasto de energia e o estresse, além de gerar frustração quando a tarefa não é cumprida corretamente.

Síndrome de Burnout: causas, diagnóstico e como tratar

7. Mantenha relações reais

Como seres humanos, fomos feitos para viver em sociedade, e a tecnologia hoje nos permite estar em contato diário com pessoas em qualquer lugar do mundo.

No entanto, na maioria das vezes grande parte das nossas relações se dão com os chamados “amigos virtuais” que, apesar de serem também importantes, não devem substituir relações reais e o contato físico com as pessoas.

Existem certas áreas do nosso cérebro que são estimuladas por esse tipo de interação e convívio social, além de fazer um bem enorme para o coração o calor humano de um abraço verdadeiro.

Fazer amigos, compartilhar experiências, dar boas risadas e também chorar quando necessário é fundamental para o estímulo e saúde da mente, além de tornar a vida muito mais feliz.

Um dos principais efeitos da depressão é o afastamento das pessoas. Neste artigo falamos sobre o Setembro Amarelo, o mês de prevenção a esse problema!

IMEB: sua saúde é prioridade para nós!

Muitas pessoas se preocupam com a saúde física e se “esquecem” da importância da saúde mental. No entanto, para aproveitar melhor o fim de ano e todo o ano seguinte, é essencial aprender, cuidar e buscar ter mais saúde mental.

Nesse sentido, o IMEB (Imagens Médicas de Brasília) procura contribuir através da promoção da saúde, bem-estar e qualidade de vida, seja por meio dos serviços prestados, seja criando conteúdos ricos, informativos e sempre gratuitos.

Caso você tenha se beneficiado desta leitura, compartilhe com outras pessoas e vamos levar adiante essa corrente positiva de boa informação e cuidado!

No link abaixo você pode baixar gratuitamente diversos outros conteúdos sobre saúde e qualidade de vida. Clique no botão para acessar!

MATERIAIS GRATUITOS DO IMEB

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Saúde e Bem-estar

22 de dezembro de 2021

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas