Distúrbios de tireoide em mulheres: como identificá-los

mulher apalpando o pescoço

Distúrbios de tireoide são condições que afetam a estrutura e a função da tireoide, uma glândula localizada na parte inferior do pescoço. Eles são mais comum nas mulheres entre os 20 e 40 anos, mas muitas delas associam os seus sintomas a outras doenças, ou mesmo à correria do dia a dia.

Saiba mais sobre os distúrbios de tireoide e sobre como identificar os seus sinais. Acompanhe!

O que é a glândula tireoide?

A tireoide é uma glândula localizada no pescoço, logo abaixo das cordas vocais. Ela é formada por dois lobos — o esquerdo e o direito — e o istmo, que os une no meio. A glândula tem um aspecto parecido com a de um escudo, derivando daí a junção dos termos gregos: thyreós (escudo) e oidés (forma de).

A tireoide é responsável pelo metabolismo basal do nosso corpo, regulando a função de importantes órgãos do organismo, como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. Além disso, a glândula atua no crescimento e no desenvolvimento de crianças e adolescentes, no peso, na memória, na regulação dos ciclos menstruais da mulher, na fertilidade, na concentração, e ainda no humor e no controle emocional.

Ou seja, a tireoide é um importante órgão do nosso corpo que está no centro de quase tudo que faz com que o organismo funcione bem. Essa glândula se utiliza de iodo para produzir aqueles hormônios que são considerados vitais para o organismo — a tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3). São eles os responsáveis por estimular as células a trabalharem e por garantir que todo o corpo funcione corretamente.

Como ocorre os distúrbios de tireoide?

Os distúrbios de tireoide acontecem justamente quando esses hormônios são produzidos a mais ou a menos do que o normal. Quando eles são produzidos em excesso, dizemos que ocorreu um hipertireoidismo. E quando são produzidos menos do que o necessário, dizemos então que houve um hipotireoidismo.

Nas duas situações, o volume da tireoide pode aumentar, caracterizando um Bócio (ou “papo”). O bócio também pode surgir sob a forma de um ou mais nódulos (bócio nodular), que pode ou não ser visto exteriormente.

Esse problema tende a afetar mais as mulheres entre 20 e 40 anos, embora também possa surgir desde o nascimento. Quando isso acontece, caracteriza-se como bócio congênito.

Outro problema que pode ocorrer na tireoide é o aparecimento de nódulos, que podem ou não caracterizar o câncer de tireoide. Um nódulo de tireoide pode ser definido como um grupo de células que se desenvolveu e cresceu na glândula tireoide. Eles podem ter várias causas, como alterações normais da própria glândula ou até tumores, benignos ou malignos.

Distúrbios de tireoide em mulheres

Embora o câncer de tireoide seja mais comum nos homens, nas mulheres são os nódulos e os distúrbios de tireoide que prevalecem. Cerca de 5 a 10 mulheres desenvolvem algum distúrbio, sendo que o mais comum é o hipotireoidismo, quando a glândula produz menos hormônios do que o necessário.

A causa dos distúrbios de tireoide serem mais comuns nelas ainda não é totalmente conhecida. Mas, na maioria dos casos, o aparecimento do hipotireoidismo tem relação com uma predisposição genética a uma doença autoimune — a Tireoidite de Hashimoto.

Por isso, o tratamento costuma ser o controle de reposição hormonal, por meio de exames de sangue que avaliam a dosagem de TSH no organismo, hormônio responsável pela produção dos hormônios tireoidianos T3 e T4.

É muito importante saber identificar os sinais de cada um desses distúrbios para que possam ser tratados o mais rápido possível. Por isso, confira, especialmente, quais são os sintomas do hipertireoidismo e do hipotireoidismo abaixo!

Principais sintomas do Hipertireoidismo (quando a tireoide produz mais hormônios)

  • Perda de peso
  • Aumento do apetite
  • Aumento de palpitações e batimentos cardíacos
  • Aumento da pressão arterial
  • Nervosismo acentuado
  • Transpiração excessiva
  • Evacuações mais frequentes (às vezes com diarreia)
  • Fraqueza dos músculos e mãos trêmulas
  • Desenvolvimento de bócio
  • Alteração dos ciclos menstruais e fertilidade

Principais sintomas do Hipotireoidismo (quando a tireoide produz menos hormônios)

  • Letargia (estado de inconsciência semelhante a um sono profundo)
  • Depressão
  • Frequência cardíaca reduzida
  • Aumento da sensibilidade ao frio
  • Formigamento ou mesmo dormência nas mãos
  • Desenvolvimento de bócio
  • Prisão de ventre
  • Alteração dos ciclos menstruais e fertilidade
  • Pele e cabelo mais secos que o normal
  • Unhas mais fracas e quebradiças.

Muitos desses sintomas são muito parecidos com sintomas de outras doenças, ou mesmo com reações comuns do corpo causado pelo estresse e por um estilo de vida apressado. Por isso que é muito comum os distúrbios de tireoide passarem despercebidos.

Se você sentir alguns desses sintomas, ou mesmo identificar algum nódulo ou alteração na região da tireoide, procure um médico para avaliar a incidência de algum distúrbio ou doença da tireoide, tudo bem?

Leia também: 6 exames que toda mulher deve fazer anualmente

Marque-Exame-IMEB

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright