O que pode ser detectado em uma tomografia? - IMEB

O que pode ser detectado em uma tomografia?

A tomografia computadorizada é um exame de diagnóstico por imagem rápido, indolor e não invasivo, que utiliza raios X para obter imagens de alta definição de diversas áreas do corpo, como ossos, tecidos e órgãos.

Apesar de ser largamente utilizado para investigação e acompanhamento de diversas condições, muita gente ainda tem dúvidas sobre suas reais indicações e quando pode ser recomendado outro tipo de avaliação, como a ressonância magnética, por exemplo.

Neste artigo, você vai conhecer o que pode ser detectado em uma tomografia, suas diferenças para a ressonância, entre outras informações importantes.

Boa leitura!

 

O que pode ser detectado em uma tomografia?

Uma das principais vantagens do exame de tomografia, e o que faz ser tão indicado é sua abrangência e versatilidade. As imagens de alta resolução, obtidas por meio de raios X, permitem uma avaliação bastante precisa de praticamente todas as áreas do corpo, de ossos a partes moles (órgãos e tecidos).

Por esse motivo, a tomografia é usada para diagnosticar muitas doenças, como acidente vascular cerebral (AVC), aneurismas, edemas cerebrais, hemorragias, infartos, embolias pulmonares, lesões nas articulações, doenças ortopédicas, entre muitas outras. Além disso, o exame é fundamental para a localização de tumores, infecções e coágulos.

Conheça algumas das principais indicações da tomografia computadorizada:

 

1. Tomografia de abdômen e pelve

É indicada para avaliação dos órgãos abdominais, como fígado e baço, e para a pesquisa de metástases (espalhamento de células de câncer para outras áreas).

O exame também detecta a evolução de abscessos (cisto inflamatório), tumores, apendicite, litíases (pedras) renais e biliares, má-formação dos rins, pancreatite, pseudocistos, lesões do fígado, cirrose e hemangiomas.

Tomografia abdominal com reconstrução 3DTomografia abdominal com reconstrução 3D

 

Você pode conhecer mais detalhes sobre a tomografia abdominal, suas indicações e o preparo necessário clicando neste outro artigo do nosso Blog!

 

2. Tomografia de membros superiores e inferiores

Utilizada para monitorar e identificar lesões musculares, fraturas, tumores, inflamações e infecções nas mãos, ombro, braço, cotovelo, antebraço, punho, coxa, joelho, perna, tornozelo, calcanhar e pé.

Além disso, a tomografia computadorizada pode ser solicitada também problemas relacionados às veias e artérias de membros superiores e inferiores, como você pode observar na imagem abaixo:

Reconstrução tridimensional para visualização completa da vascularização do braço direito

 

Conheça a importância da tomografia para avaliação de veias e artérias do coração, acessando este outro artigo! 

 

3. Tomografia de crânio

A avaliação do cérebro e suas estruturas é uma das principais indicações da tomografia computadorizada.

Nesse sentido, o exame pode ser utilizado para o diagnóstico de diversas condições relacionadas, como:

  • Acidentes vasculares cerebrais (AVC)
  • Aneurismas cerebrais
  • Tumores cerebrais
  • Traumatismos cranianos
  • Hidrocefalia

 

Veja na imagem abaixo, como a tomografia computadorizada pode monitorar a evolução de uma hemorragia cerebral, em seus estágios iniciais até o avançado:

Tomografia do crânio Fonte: Data Driven

 

Neste artigo do nosso Blog, você pode conhecer como é feita a tomografia do crânio, todas as doenças que ela pode descobrir e muitas outras informações!

 

4. Tomografia de tórax

Quando utilizada para avaliar a região torácica, a tomografia computadorizada visa investigar tanto disfunções dos pulmões quanto dos órgãos torácicos.

As principais condições investigadas são:

  • Nódulos torácicos
  • Presença de processos infecciosos e inflamatórios
  • Tumores pulmonares
  • Avaliação dos órgãos mediastinais 

 

O exame é útil também para diagnosticar e acompanhar a evolução de doenças vasculares e para o rastreamento de cânceres.

 

Tire todas as suas dúvidas sobre as indicações e como é feito este importante exame clicando neste artigo!

 

5. Tomografia dos rins e vias urinárias

Quando uma simples ecografia não é suficiente para esclarecer problemas relacionados aos rins, a tomografia computadorizada surge como principal alternativa.

Entre os principais objetivos, está a investigação de quadros como:

  • Hemorragias nos rins
  • Formação de pedras nos rins, vias biliares e em seus canais (litíase)
  • Tumores renais

Fonte: Kidney Stone Melbourne

 

Reunimos neste artigo as principais dúvidas das pessoas sobre o exame de tomografia. É provável que sua resposta esteja aqui. Clique no artigo para conferir!

 

Quais as diferenças entre tomografia e ressonância?

Muitas pessoas confundem os exames de tomografia computadorizada e de ressonância magnética, acreditando que ambos têm a mesma finalidade; o que não é bem assim.

Apesar de serem exames de diagnóstico por imagem, utilizarem equipamentos parecidos e poderem ser usados para avaliar todas as estruturas e órgãos do corpo, os dois possuem diferenças importantes.

A primeira e mais significativa diferença entre a tomografia e a ressonância é o uso de radiação para obter imagens precisas do corpo. Enquanto a tomografia é feita com base em radiação ionizante, a ressonância utiliza campos magnéticos para obter imagens detalhadas.

Veja as principais características de cada um dos exames:

 

Tomografia computadorizada

  • Como dissemos anteriormente, a tomografia utiliza baixíssimas doses de radiação ionizante para capturar imagens transversais, como se estivessem em fatias, as quais podem ser analisadas de diversos ângulos.
  • O exame é rápido, podendo ser feito em até 10 minutos, em alguns casos.
  • É realizada pelo tomógrafo.
  • Pode ser realizada com ou sem o uso de contraste, dependendo da indicação médica. Quando necessário, é utilizado o contraste iodado.
  • São geradas imagens horizontais ou tridimensionais (como as vistas acima).

 

Ressonância magnética

  • Utiliza campos magnéticos para gerar imagens de alta definição. Por isso, é bastante sensível à presença de objetos metálicos, que devem ser evitados pelo paciente.
  • Este exame não emite radiação.
  • Exame mais demorado que a tomografia, podendo levar mais de uma hora para sua conclusão, a depender da área avaliada.
  • Também pode ou não ser realizada com o uso de contraste, caso haja necessidade, mas nesse caso é do tipo à base de gadolínio.

 

Quer conhecer todos os detalhes sobre este exame, como ele é feito e quais os cuidados necessários? Então clique e acesse este artigo!

 

Lembrando que esses exames podem ser complementares. É comum o médico solicitar primeiro a tomografia computadorizada e, caso os resultados não sejam suficientes para concluir o diagnóstico, pedir uma ressonância magnética para complementar o laudo.

 

Faça sua tomografia no IMEB!

Como vimos no artigo, a tomografia é essencial para o diagnóstico e acompanhamento de diversas doenças. Para a realização do exame, lembre-se de escolher uma clínica confiável, com profissionais capacitados, equipamentos modernos e infraestrutura adequada para te receber.

O IMEB é referência em medicina nuclear e diagnóstico por imagem no Centro-Oeste. Já são mais de 30 anos de experiência dedicados a cuidar daquilo que é mais importante: a sua saúde!

Caso você esteja em Brasília ou no Entorno e tenha exames de imagem solicitados, entre em contato com nossa equipe e agende on-line agora mesmo!

 

Quero agendar meus exames no IMEB!

 

Também atendemos diversos convênios em nossas unidades. 

 

Clique aqui e veja quais os convênios atendidos

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Tomografia

27 de agosto de 2021

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas