8 exames para quem teve covid de longa duração - IMEB

8 exames para quem teve covid de longa duração

A covid de longa duração é caracterizada pelas sequelas que o novo coronavírus deixa no paciente mesmo após o fim da infecção pela doença.

Sintomas como perda de olfato e paladar, falta de ar em tarefas simples, fadiga excessiva e persistente e até mesmo depressão e ansiedade têm sido relatados por pacientes que foram acometidos pela covid de longa duração. 

Ao contrário do que parece, esses sinais também atingem os casos de covid prolongado de quem teve um quadro considerado leve quando analisado apenas o quadro dos sintomas.

É fundamental que esses pacientes passem por uma avaliação médica para que seja investigado e analisado, qual será o impacto da covid de longa duração na saúde do paciente com o passar do tempo. 

Sendo assim, trouxemos neste artigo, 8 exames essenciais para quem teve covid de longa duração, além de informações importantes sobre o assunto.

Acompanhe!

O que classifica um caso de covid-19 de longa duração?

São classificados como covid-19 de longa duração os casos em que o paciente, mesmo após ter contraído o vírus e se curado da infecção, ainda apresentam sequelas e desenvolvem muitos dos sintomas da doença.

As sequelas deixadas pelo coronavírus após a recuperação da covid-19 são bastante variadas e afetam diversas áreas do corpo, e os sintomas apresentados podem perdurar por meses após o paciente se curar da infecção.

As principais implicações da covid-19 de longa duração são:

  • Perda de olfato e paladar
  • Dores musculares
  • Palpitações
  • Dores de cabeça
  • Insônia
  • Queda de cabelo
  • Falta de ar em tarefas simples
  • Dor no peito
  • Fadiga excessiva e persistente
  • Tontura
  • Tromboses
  • Depressão e ansiedade
  • Déficit de memória e raciocínio

Como podemos observar, as funções pulmonares, cardiológicas e neurológicas são as mais afetadas pela ação da covid de longa duração. E esses sintomas podem ocorrer até mesmo em pacientes que tiveram um quadro considerado leve da doença. 

Por isso, nesses casos, é importante passar por uma avaliação médica. Um clínico geral, por exemplo, poderá solicitar um check-up pós-Covid completo e, após fazer uma avaliação, encaminhar o paciente a outro especialista, de acordo com a necessidade e os sintomas apresentados.

Veja também:

Síndrome pós-Covid: principais sintomas e como tratar!

Por que fazer exames pós covid-19?

A covid-19 é classificada por especialistas como uma doença sistêmica. 

Isso significa que ela é capaz de afetar todo o corpo, suscitando uma série de processos inflamatórios que necessitam de avaliação e acompanhamento médico, para que seja realizada a checagem de possíveis sequelas e necessidade de tratamento.

Dessa forma, visitar um clínico geral após superar a infecção da covid-19 é fundamental, principalmente em casos onde os sintomas são persistentes. Assim, o médico pode solicitar ao paciente um check-up com exames que avaliam regiões variadas do organismo.

Fazer essa bateria de exames é ainda mais importante para pacientes que apresentaram quadros moderados ou graves da infecção, quando houve a necessidade de internação ou até mesmo intubação.

Isso porque esses pacientes, geralmente, costumam retornar do hospital com algum tipo de comprometimento respiratório, cardíaco ou renal. 

Além disso, em alguns casos, pacientes com doenças pré-existentes, como diabetes ou hipertensão, podem voltar da internação com essas condições descompensadas.

É importante ressaltar, mais uma vez, que qualquer paciente recuperado da covid-19 pode apresentar sequelas. Isso quer dizer que, independentemente da gravidade do quadro apresentado, é fundamental procurar um médico para avaliar o estado atual da sua saúde após a infecção.

Quando é necessário realizar os exames?

Como dissemos anteriormente, as sequelas da covid-19 de longa duração têm o potencial de atingir com mais intensidade o coração, os pulmões e o sistema neurológico. 

Por isso, a realização de exames para identificar possíveis sequelas da doença é fundamental. E quanto mais rápido essas anormalidades são diagnosticadas, mais eficaz se torna o tratamento.

Para quem pratica atividades físicas ou esportes regularmente, assim como para atletas, a urgência em realizar os exames pós covid antes de retornar à prática também é grande, afinal, pode haver um risco, muitas vezes silencioso, de um mal súbito. Por esse motivo, é importante obter a liberação do médico cardiologista.

Saiba mais:

Check-up pós-Covid: conheça as razões para fazer!

Quais exames fazer após covid-19?

A indicação de exames clínicos vai depender da avaliação que o médico fará de cada caso em particular e das sequelas apresentadas pelo paciente.

Entre os principais exames que podem ser solicitados para quem teve covid de longa duração, podemos citar:

Exames cardiológicos

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) recomenda que todas as pessoas que tiveram a doença – inclusive os assintomáticos – passem por uma avaliação médica cardiológica, inclusive aqueles pacientes que apresentaram quadros leves da doença, mas ainda assim sentem falta de ar, fadiga, cansaço, palpitação ou dor torácica, e quem teve casos moderados ou graves da doença, mesmo que não apresentem sintomas.

Pacientes afetados pela covid de longa duração podem desenvolver sérias patologias cardíacas, como arritmia cardíaca, fadiga excessiva e insuficiência cardiorrespiratória. 

Por isso, alguns exames cardiológicos fundamentais são:

  • Eletrocardiograma
  • Ecocardiograma
  • Teste ergométrico

Exames Neurológicos

Alguns pacientes têm relatado o aparecimento de determinados sintomas neurológicos durante a covid de longa duração, como déficit de atenção e memória, cefaléia, enxaqueca, dores de cabeça, sonolência excessiva e neuropatia periférica, que é a sensação de formigamento e calor nas pernas e braços.

Nessas situações, o médico pode incluir no check-up para quem teve covid de longa duração exames voltados para a investigação dessas sequelas neurológicas. Entre esses exames, podemos citar:

  • Ressonância magnética do encéfalo
  • Tomografia computadorizada encefálica
  • Testes motores e cognitivos

Além disso, também é necessário se atentar a relatos de sintomas psicológicos e emocionais, como ansiedade, depressão, síndrome do pânico e estresse pós-traumático após superar a infecção pelo coronavírus. Nesses casos, é fundamental fazer um acompanhamento com psicólogo e psiquiatra.

Exames pulmonares

Um dos efeitos da covid que mais afetaram a população foi sobre as vias respiratórias. E as sequelas para quem teve covid de longa duração incluem falta de ar, cansaço ou fadiga excessiva.

Por isso, realizar uma avaliação clínica pulmonar é muito importante para detectar ou descartar alguma infecção ou embolia pulmonar. Essas investigações são feitas principalmente através dos seguintes exames: 

  • Tomografia de tórax
  • Prova de função pulmonar (ou espirometria)

Para casos de pacientes que não se curaram da falta de paladar e olfato, é preciso se consultar com o otorrinolaringologista para realização de exames clínicos.

Acesse no link abaixo nossa cartilha para que você tire todas as suas dúvidas sobre o novo coronavírus.

https://conteudos.imeb.com.br/cartilha-coronavirus

Para exames de imagem, IMEB!

Como vimos no artigo, é fundamental que pacientes acometidos pela covid de longa duração façam exames para identificar possíveis sequelas, principalmente em áreas vitais como coração, pulmão e o sistema neurológico.

Para isso, o paciente deve buscar avaliação médica o quanto antes, inclusive aqueles que tiveram quadros leves da doença.

E para realizar seus exames de imagem, conte com a IMEB. Possuímos uma gama completa de exames de imagem para cuidar da sua saúde após a covid de longa duração.

Se você está em Brasília ou Entorno e tem exames de imagem solicitados, entre em contato conosco e faça seu pré-agendamento!

Quero agendar meus exames no IMEB

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Blog

5 de abril de 2022

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas