17 sintomas de Câncer de Mama que não devem ser ignorados

17 sintomas de Câncer de Mama que não devem ser ignorados

Existem alguns sintomas de câncer de mama que podem aparecer e serem facilmente identificados no estágio inicial, como alteração na forma ou tamanho da mama e mudanças na pele (vermelhidão, escurecimento, descamação, entre outros).

Vale ressaltar que sintomas como esses podem aparecer tanto nas mulheres quanto nos homens. Para entender melhor sobre eles, leia o artigo abaixo.

17 principais sintomas de Câncer de Mama

É importante se atentar a estes sinais, pois quanto mais cedo diagnosticado o câncer de mama, maiores são as chances de cura.

principais sintomas de Câncer de Mama

O câncer de mama também pode apresentar vários sinais e sintomas, como:

  • Mudanças no tamanho ou formato da mama;
  • Vermelhidão ou irritação;
  • Inchaço;
  • Sensação de calor;
  • Dor na pele da mama;
  • Escurecimento na pele da mama;
  • Descamação do mamilo;
  • Nódulo ou caroço na mama;
  • Inchaço, nódulo ou caroço nas axilas;
  • Assimetria entre o tamanho ou volume das duas mamas (uma mama maior que a outra);
  • Sulco na mama (quando a mama está afundada em alguma região);
  • Endurecimento ou enrugamento da pele da mama, semelhante à casca de laranja;
  • Coceira na mama ou no mamilo;
  • Formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;
  • Liberação de secreção de qualquer tipo pelo mamilo (exceto leite), especialmente sangue;
  • Retração ou inversão do mamilo, indo para dentro da mama;
  • Veia facilmente observada e crescente.

Veja também: 

Como é feita a radioterapia e como ela funciona?

Cada um desses sintomas de câncer de mama podem ser identificados pelo autoexame, que a própria pessoa faz em si mesma, buscando alterações na mama. 

É importante, também, se atentar à frequência e ao prolongamento desses sintomas. Se as mamas já estão alteradas há um tempo, é um sinal de alerta.

Ao notar algum desses sintomas, não se desespere. Muitos desses sinais podem ser causados por outras questões e até fatores externos, como o uso de sutiã.

Entenda mais sobre a questão e o que os sinais podem indicar no vídeo abaixo, com o Dr. Renato, médico do IMEB:

Qual a diferença entre cisto e nódulo?

O cisto mamário é uma área focal de conteúdo líquido (chamado de cisto simples) e que não tem risco de evoluir para o câncer de mama. Já o nódulo mamário possui conteúdo sólido e oferece risco para o desenvolvimento do câncer de mama.

Assista ao vídeo abaixo para entender melhor a diferença entre cisto e nódulo:

Sintomas de Câncer de Mama Avançado

Quando o câncer já está em estágio avançado, alguns outros sintomas começam a aparecer, além dos já citados neste artigo, como enjoo, mal estar e náuseas, dor e incômodo na cabeça e nos ossos do corpo, além da paciente começar a não ter apetite e ficar fraca.

Sintomas de Câncer de Mama Masculino 

No homem, os sintomas são parecidos ao câncer de mama feminino e devem ser observados com o mesmo cuidado, analisando sempre a presença de nódulos, secreção e alterações na pele do mamilo, como na imagem abaixo.

Sintomas de Câncer de Mama Masculino

Identifiquei um sintoma de câncer de mama: o que fazer?

Não existe um padrão para a manifestação dos sintomas, podendo aparecer somente um ou vários ao mesmo tempo.

Por isso, ao identificar qualquer alteração na mama, especialmente se for frequente e/ou já possuir casos de câncer de mama/ovário na família, deve-se procurar um médico especialista no tema, chamado mastologista

Ele irá avaliar corretamente as mamas e oferecer uma resposta melhor direcionada para o que podem ser os sinais que identificou.

Vale lembrar que a existência de alguns dos sintomas não indica, necessariamente, a presença de câncer na mama. Também podem ser nódulos benignos, por exemplo.

Leia também:

Nódulos mamários: benigno ou maligno? Devo me preocupar?

De qualquer forma, no consultório, o médico fará o exame clínico (físico), observando os principais sintomas e indicativos de câncer. 

Depois, solicitará exames de imagem específicos, como ultrassonografia das mamas, mamografia ou ressonância magnética das mamas, para ter um diagnóstico mais preciso se há a presença de câncer ou trata-se de outro problema nas mamas.

Saiba mais em:

4 exames que detectam o câncer de mama

Idade para Mamografia: quando realizar o exame e quem deve fazer?

A partir dos resultados, ele irá indicar o melhor tratamento para qualquer problema que tenha nas mamas, inclusive um possível câncer.

Marque seu Exame - IMEB
Marque seu Exame no IMEB – Imagens Médicas de Brasília

Tratamento do câncer de mama: quais as opções?

O tratamento do câncer de mama varia de caso para caso e depende, principalmente, do estágio da doença. A partir disso, pode-se tratar o câncer de mama com cirurgia, quimioterapia, hormonioterapia e/ou radioterapia.

Além disso, o tratamento pode ser multidisciplinar, envolvendo mais de uma dessas técnicas para combater o câncer.

O Dr. Renato, médico do IMEB, explica melhor sobre o tratamento do câncer de mama no vídeo abaixo. Assista:

Desejar saber mais sobre como detectar o câncer de mama? Então confira estes artigos:

Mamografia dói? Saiba como deixar o exame mais confortável

Como identificar um câncer de mama? 5 sinais mais frequentes

Mamografia Digital x Mamografia Convencional: entenda a diferença

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Saúde das Mamas

10 de outubro de 2017

Conteúdos Relacionados

Conteúdos Recomendados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas