8 mitos e verdades sobre a mamografia

mamografia

A mamografia é o melhor exame para o rastreamento das mamas na detecção do câncer de mama. Se a doença for diagnosticada no seu estágio inicial, as chances de cura sobem para cerca de 98%.

No entanto, muitas dúvidas e mitos ainda cercam o exame da mamografia. “Mulheres jovens podem realizar o exame?” “A radiação utilizada é segura?” “Quem está amamentando, pode fazer a mamografia?”.

Assista ao vídeo abaixo e acompanhe o artigo que nós iremos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto.

O autoexame das mamas substitui a mamografia

Mito. O autoexame das mamas é apenas o primeiro passo para prevenir o câncer de mama. Neste momento inicial, a mulher pode conhecer o próprio corpo, ficando atenta a qualquer alteração na região das mamas.

Caso sinta a presença de algum cisto ou nódulo, o passo seguinte é procurar um mastologista ou ginecologista para que ele realize um exame clínico e investigue de forma mais detalhada.

Quer saber mais sobre o autoexame das mamas? Então assista ao vídeo abaixo, no qual o Dr. Renato, médico do IMEB, explica sobre alguns sinais de alerta na hora de realizar o autoexame. Confira:

Mulheres a partir dos 40 anos devem realizar o exame da mamografia anualmente

Verdade. O câncer de mama ocorre com mais frequência nas mulheres a partir dos 40 anos, sendo indispensável a realização do exame periódico nessa faixa etária.

Mulheres que possuem fatores de risco para o câncer — como ter histórico familiar da doença, por exemplo — podem realizar o exame mais cedo, a partir dos 35 anos.

Mulheres jovens não precisam realizar nenhum exame das mamas

Mito. Embora a mamografia seja indicada apenas para as mulheres a partir dos 40 anos, mulheres mais jovens podem prevenir o câncer de mama realizando outros exames, que também são bastante eficazes para identificar possíveis sinais da doença ainda no seu estágio inicial.

De modo geral, o exame mais comum é o ultrassom das mamas, que pode ser feito anualmente por todas as mulheres ou de acordo com a orientação médica. Para saber mais sobre o ultrassom e outros exames que detectam o câncer de mama, leia este artigo aqui: 4 exames que detectam o câncer de mama.

A mamografia pode causar dor

Verdade. A mamografia é um exame que consiste em uma compressão controlada das mamas em um mamógrafo. Por isso, pode causar alguma dor ou desconforto nas mamas, que pode variar de intensidade de paciente para paciente.

A boa notícia é que, com o avanço da tecnologia no campo da medicina, hoje essa dor pode ser reduzida, trazendo mais conforto para a paciente durante o procedimento.

Como exemplo disso, o IMEB disponibiliza em sua clínica o Senographe Pristina, o mamógrafo que realiza a mamografia digital, permitindo que a própria mulher controle a compressão das suas mamas e, dessa forma, possibilitando mais conforto às pacientes durante o exame.

Saiba mais sobre o Senographe Pristina neste artigo: 

Mamografia dói? Saiba como deixar o exame mais confortável

Mulheres com prótese de silicone não podem realizar a mamografia

Mito. Mesmo mulheres que possuem prótese podem e devem realizar a mamografia, caso seja solicitado pelo médico.

Basta apenas que a paciente informe ao médico e ao profissional que irá realizar o procedimento, para que ele tome o cuidado de posicionar as mamas no aparelho da forma mais adequada para que as imagens sejam captadas da melhor forma possível.

No vídeo abaixo, o Dr. Renato explica com mais detalhes como funciona a mamografia em pacientes com prótese. Assista:

Mulheres que estão amamentando podem realizar a mamografia normalmente

Verdade. Não há nenhuma contraindicação da mamografia em mulheres que estejam amamentando.

No entanto, vale ressaltar que, nestes casos, o recomendado é realizar algum outro exame como alternativa ao da mamografia, uma vez que as mamas estarão mais densas durante a amamentação, diminuindo a sensibilidade do exame para detectar o câncer.

A mamografia é um exame caro

Mito. De modo geral, o exame não é caro, e ainda é o método mais eficaz para prevenir e tratar precocemente o câncer de mama. O exame pode ser feito ainda gratuitamente pelo SUS e, atualmente, é coberto obrigatoriamente por todos os planos de saúde.

Caso queira consultar os convênios atendidos pelo IMEB, é só consultar aqui.

A radiação utilizada na mamografia compromete a saúde.

Mito. A radiação utilizada na mamografia é mínima, comparada aos benefícios em realizar o exame. 

E vale ressaltar: tanto a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), quanto o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), autorizam e recomendam a realização anual da mamografia, por todas as mulheres a partir dos 40 anos, ou a partir os 35 para quem possui algum fator de risco para o câncer de mama.

Assista ao vídeo abaixo, no qual o Dr. Renato explica melhor sobre a utilização de radiação nos exames de imagem:

E se você quiser saber mais sobre o câncer de mama, baixe gratuitamente o nosso E-book Tudo Sobre o Câncer de Mama, e conheça os sintomas e os tratamentos disponíveis para a doença.

Precisa realizar algum exame? Clique aqui e agende agora mesmo!

Para consultar os convênios atendidos pelo IMEB, consulte aqui.

Marque seu Exame - IMEB

Marque seu Exame no IMEB – Imagens Médicas de Brasília

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029