Má alimentação: consequências, riscos e doenças que pode causar

má alimentação consequências e riscos

A má alimentação é, hoje, uma das principais causas de morte no mundo, na frente, inclusive, do cigarro e da hipertensão arterial. Além disso, uma alimentação inadequada também está relacionada ao desenvolvimento de doenças e problemas de saúde, como obesidade e sobrepeso, doenças cardiovasculares, câncer e diabetes tipo 2.

Para entender melhor sobre as consequências e os riscos de uma alimentação não saudável, continue lendo este artigo! Ao final, também damos algumas dicas valiosas para evitá-las e manter uma alimentação equilibrada

O que pode causar uma má alimentação? Consequências e riscos

Cuidar melhor daquilo que consumimos diariamente deve ser uma preocupação cada vez maior, especialmente depois de ser comprovado que uma má alimentação causa mais mortes pelo mundo do que o cigarro e a hipertensão arterial atualmente, problemas que antes sempre vinham liderando pesquisas sobre o assunto.

A comprovação veio com um estudo recente publicado pelo Instituto de Medição e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington (Health Metrics and Evaluation).

Em números, o levantamento constatou que a má alimentação foi responsável por quase 11 milhões de mortes em 2017, contra 10,4 milhões de mortes causadas pela pressão arterial alta e 8 milhões pelo cigarro.

Isso significa dizer que, naquele ano, a alimentação inadequada foi responsável por 1 em cada 5 óbitos no mundo inteiro.

Para ter uma noção, o Brasil ficou na 50ª posição no ranking dos países que registraram mais casos de morte relacionados com a alimentação não saudável (foram 195 países avaliados no total).

Doenças causadas pela má alimentação

Entre as consequências e os riscos da má alimentação, também estão as doenças que ela pode ocasionar. De acordo com o estudo, a má alimentação pode acarretar o desenvolvimento de doenças e problemas de saúde como:

  • Obesidade e sobrepeso: devido ao consumo excessivo de gorduras, açúcares e proteína;
  • Doenças cardiovasculares (como a arritmia, o ataque cardíaco e a pressão alta): principalmente por conta do excesso de sal e sódio na comida;
  • Câncer: aparece como consequência do excesso de gordura no organismo, por inflamar partes do corpo e acabar produzindo hormônios em excesso que provocam danos às células;
  • Diabetes tipo 2: ligada ao exagero em comidas doces, além de estar relacionada à grande ingestão de alimentos com muita farinha.

O Dr. Renato, médico do IMEB, tem algumas dicas de como evitar doenças doenças cardiovasculares. Assista ao vídeo abaixo.

Leia também:

Por que manter uma alimentação saudável ajuda a prevenir o câncer ?

O que é uma má alimentação na prática?

Segundo o estudo, uma má alimentação é uma dieta carente em ingestão de frutas, verduras, legumes, cereais e grãos, além de ter o consumo excessivo das chamadas gorduras ruins, sódio e açúcar.

Essa constatação veio do comparativo que o levantamento fez entre a comida saudável ingerida pela população de cada país e a comida não saudável consumida. Nesse cenário, as questões que falamos acima foram os pontos em comum entre os países associados com alimentação não saudável.

Tem uma rotina corrida e, por isso, não tem tempo para se alimentar corretamente?

Leia também:

Cansaço excessivo pode ser sinal de algumas doenças. Confira!

Porém, a pesquisa concluiu que o consumo de gorduras e açúcares, por exemplo, tem menos influência na questão. O que foi mais determinante para o aumento dos casos de morte por alimentação inadequada foi o consumo insuficiente dos alimentos saudáveis para o corpo.

Quer melhorar a sua alimentação? Dicas para ter uma alimentação saudável

Embora seja muito importante manter uma boa ingestão de alimentos saudáveis diariamente, isso não significa que você não possa comer alimentos gordurosos uma vez ou outra.

O mais importante é que você desenvolva hábitos alimentares saudáveis, tornando o consumo de alimentos industrializados, com excesso de açúcar, sódio ou gordura, uma exceção.

A seguir, conheça algumas dicas para ter uma alimentação balanceada:

  • Procure consumir cinco porções por dia entre frutas, verduras e legumes;
  • Tente variar o cardápio sempre, deixando o prato o mais colorido possível. Dessa forma, você estará aproveitando mais os benefícios dos alimentos, principalmente daqueles que você não tem o hábito de consumir diariamente;
  • Beba bastante água ao longo do dia, e se for tomar suco, opte pelo natural e procure beber 1h antes ou depois das refeições;
  • Evite o consumo em excesso de bebidas alcoólicas e refrigerantes
  • Faça exercícios físicos! Ter uma boa alimentação é uma grande atitude que você pode ter em relação à sua saúde, mas combiná-la com a prática regular de atividades físicas, aumenta ainda mais o seu bem estar, complementando, também, na prevenção de diversas doenças. 

Além da alimentação: confira dicas de como ter uma vida saudável no vídeo abaixo.

Mais uma coisa: para te ajudar a ter uma alimentação saudável, consulte-se com um nutricionista para que ele monte um cardápio personalizado, de acordo com suas necessidades e preferências.

E não se esqueça: cuidar da saúde também é visitar o médico regularmente, ok? Então faça seu check-up anual e garanta uma boa qualidade de vida para você, hoje e futuramente.

Leia também:

Já programou seu check-up para este ano?

Principais vantagens de adotar um estilo de vida saudável

TOP 6 melhores alimentos do mundo para a saúde

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029