Quais são os sintomas da diabetes?

Nos últimos tempos, a mídia tem intensificado a veiculação de informações referentes à diabetes e certamente você já deve ter visto algum anúncio. Essa campanha visa conscientizar a população a respeito do que é a doença, seu tratamento e, principalmente, conscientizar sobre os sintomas da diabetes.

Por ser uma das doenças que mais cresce no mundo, toda informação é bem-vinda para evitar o aumento de ocorrências e promover a saúde na população. Conheça os principais sintomas da diabetes e, se necessário, busque por um tratamento!

Quais são os sintomas da diabetes?

Há três tipos de diabetes que são classificadas como 1, 2 e gestacional. Alguns sintomas são semelhantes nos tipos 1 e 2, mas existem alguns específicos a cada tipo. Dê uma olhada!

Sintomas comuns ao tipo 1 e 2:

  • Vontade frequente de urinar;
  • Muita sede e boca seca;
  • Cansaço;
  • Frequência de infecções, como infecção urinária ou candidíase (causada pelo fungo Candida que pode afetar pele, unha e órgãos genitais).

Sintomas específicos do tipo 1:

  • Sensação de fome e aumento do apetite;
  • Perda de peso;
  • Sonolência;
  • Coceira em várias regiões do corpo;
  • Alteração de humor e irritabilidade.

É importante ficar bastante atento à perda de peso repentina. Esse sintoma pode ser consequência da cetoacidose diabética, que leva a pessoa a se alimentar mais, sentir mais fome, mas queimar gordura muito rapidamente. Uma complicação nesse quadro pode avançar e provocar o coma e até mesmo a morte.

Sintomas específicos do tipo 2:

Os sintomas do tipo 2 são mais difíceis de serem percebidos e associados à doença. Por isso, quem tem mais de 45 anos deve fazer o exame de glicemia pelo menos uma vez ao ano, principalmente para quem já tem casos de diabetes na família ou apresenta sobrepeso. Os sintomas mais característicos são:

  • Dificuldade de visão, vista turva ou embaçada;
  • Ferimentos que não cicatrizam;
  • Formigamento nas mãos e pés.

Um dos sintomas que é comum aos dois tipos, mas que é bem característico no tipo 2 são as infecções, principalmente as urinárias, genitais, dos rins e de pele. Por isso que, caso haja ocorrência frequente de alguma delas, é importante avaliar se não estão sendo provocadas pela diabetes.

Sintomas da diabetes gestacional

Os sintomas são semelhantes aos do tipo 2, além de que a gestante pode sentir sede em excesso, boca seca e muita vontade de urinar. O médico que está acompanhando a gestação deve fazer teste de glicose periodicamente para controlar a taxa de açúcar no sangue.

Se você está grávida, ao perceber esses sintomas e, caso haja existência de diabetes na família, o recomendado é fazer o exame de glicemia de jejum. O exame vai fornecer a taxa de açúcar no sangue e identificar a presença ou não da diabetes.

Diabetes: Entendendo melhor a doença

A diabetes é considerada uma doença crônica metabólica, ou seja, está ligada ao metabolismo do organismo do paciente, mais especificamente à maneira como os alimentos são ingeridos e transformados em energia para manter o corpo funcionando.

A doença provoca a hiperglicemia, que é a alta dos níveis de glicose encontrados no sangue e que causam problemas em diversos órgãos. Com a diabetes, o corpo não utiliza ou não produz insulina suficiente para controlar a glicose no sangue, deixando de produzir a energia necessária para o bom funcionamento e para o desenvolvimento das atividades.

Como já dissemos, a diabetes pode ser do tipo 1, 2 e gestacional. O tipo 1 ocorre quando o pâncreas não produz a insulina necessária para utilizar a glicose no sangue de forma adequada. Esse tipo costuma se manifestar já na infância ou na adolescência e pode ser diagnosticado por meio de um exame de sangue

Já o tipo 2 está mais relacionado a uma alimentação baseada em muita gordura e açúcar, sendo mais comum em pessoas obesas e com idade superior a 35 anos. A diabetes gestacional, como o nome já diz, pode ocorrer em qualquer momento durante o período da gestação.

Agora que você já conhece melhor os sintomas da diabetes, procure o médico caso tenha algum deles. E para agir de forma preventiva, siga as nossas 5 Dicas para ter uma Vida Saudável!

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright