AVC: o que é, quais são as causas e os sintomas?

Você sabia que o AVC é um dos maiores causadores de morte súbita e de incapacidade motora ou sensorial? E mais, que ele pode ocorrer a qualquer momento causando limitações irreversíveis?

Neste artigo, iremos explicar o que é o AVC, apresentar suas principais causas e sintomas e ensinar como identificá-lo. A procura por ajuda imediata é fundamental para evitar maiores consequências. Acompanhe!

O que é o AVC?

O AVC (Acidente Vascular Cerebral), popularmente conhecido como derrame ou infarto, é um dos maiores causadores de morte no planeta. Quando não mata, pode deixar sequelas graves e, às vezes, irreversíveis, tanto na locomoção motora, quanto nas atividades cerebrais.

O AVC pode ocorrer de duas maneiras: pela obstrução do fornecimento do sangue de alguma artéria que leva oxigênio e nutrientes para as células cerebrais (o mais comum e conhecido como AVC isquêmico); ou pelo rompimento de um vaso, causando hemorragia cerebral (o AVC hemorrágico).

Entre as causas do AVC, estão a presença de um aneurisma, pressão arterial, doenças cardíacas, além de outros fatores que veremos a seguir.

Causas do AVC

Hipertensão (pressão alta)

É o maior fator de risco, principalmente nos casos de AVC hemorrágico. Isso porque a pressão arterial alta causa lesões e desgastes nas paredes dos vasos sanguíneos, podendo ocasionar o rompimento de um deles. Além disso, a hipertensão é assintomática (não apresenta sintomas) e só pode ser detectada com acompanhamento por meio da aferição.

LDL alto (colesterol)

O colesterol ruim causa o entupimento dos vasos sanguíneos e é um dos altos fatores de ocorrência do AVC.

Cardiopatia

A arritmia, ou seja, batimentos cardíacos fora de ritmo, pode favorecer o surgimento de coágulos que quando alcançam o cérebro causam o AVC.

Estresse

Ansiedade, depressão e tensão são situações que afetam o sistema nervoso e, por consequência, alteram a circulação sanguínea podendo causar danos cerebrais.

Falta de atividade física

O sedentarismo causa um grande mal a saúde. Os possíveis acúmulo de gordura, ganho de peso, hipertensão e diabetes podem originar problemas no sistema vascular e também desencadear um AVC. Por outro lado, quando praticado, o exercício físico libera substâncias benéficas para a capacidade de contração e relaxamento dos vasos sanguíneos.

Dieta desequilibrada

A alimentação também é um fator que pode contribuir para um AVC. Uma dieta equilibrada preserva as artérias de inflamações e formação de coágulos. Já os quilos a mais proporcionados por uma alimentação desequilibrada podem levar à hipertensão, colesterol e diabetes, sem falar da gordura abdominal que é bastante nociva às artérias.

Além da comida, a bebida também tem influência negativa. O excesso de álcool deixa as artérias mais apertadas e endurecidas, dificultando o trânsito de nutrientes.

Sintomas do AVC

Agora que você conhece as causas do AVC, é fundamental reconhecer os sintomas. Afinal, muitas dessas causas são silenciosas e podem passar despercebidas.

Como já dissemos, o atendimento imediato em casos de AVC é fundamental para evitar sequelas. Diante disso, é muito importante que as pessoas saibam reconhecer quando um AVC está acontecendo.

     1. Alterações motoras

Um dos lados do corpo pode ficar enfraquecido, paralisado ou perder a sensibilidade. Pode acontecer a perda de mobilidade ou força de um dos braços ou pernas, além de dificuldade para ficar de pé.

     2. Alterações na fala

A pessoa pode apresentar dificuldade para falar, ficar com a voz muito baixa ou com a fala embolada ou lenta. A boca ou parte do rosto pode ficar caída ou torta.

     3. Perda visual

A visão pode ficar embaçada ou ocorrer a perda parcial.

     4. Confusão mental

Pode ocorrer perda de memória, da consciência ou confusão mental. A pessoa pode não conseguir executar coisas simples, como: movimentar os olhos ou membros do corpo, ou lembrar de dados significativos como nome ou data de nascimento.

     5. Dor de cabeça forte e repentina, tremores, náuseas e vômitos

Também podem ser sintomas de AVC, principalmente se acompanhado de algum dos sintomas já citados acima.

Informação e prevenção são os maiores aliados na luta contra o AVC. Para manter sua saúde em dia, assista ao vídeo com 5 Dicas Para Prevenir Doenças do Coração.

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright