Escore de Cálcio: o que é, para que serve e como é feito - IMEB

Escore de Cálcio: o que é, para que serve e como é feito?

O Escore de Cálcio Coronariano (EC) é um método não invasivo, geralmente realizado sem uso de contraste e com baixas doses de radiação. O exame é capaz de identificar precocemente os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares futuras no paciente, como o infarto.

Neste artigo, você entenderá melhor o que é e qual a utilidade do exame, como é feito e tempo de duração, além de o que podem indicar os resultados. Confira!

Exame Escore de Cálcio Coronariano: o que é e para que serve?

O Escore de Cálcio Coronariano (EC) é um exame que avalia e quantifica a presença de cálcio nas artérias do coração (chamadas artérias coronárias). Com isso, o EC serve para descobrir precocemente o risco que um paciente tem de desenvolver problemas cardíacos no futuro, como infarto ou morte cardíaca.

Quanto maior a quantidade de cálcio nas artérias do coração, maior o risco a longo prazo do paciente apresentar doenças cardíacas.

Isso porque a presença de cálcio indica que há um acúmulo de gordura nas artérias do coração, o que pode obstruir os canais futuramente e levar ao infarto.

Além disso, a grande vantagem do EC para o diagnóstico médico é a sua avaliação mais detalhada e profunda das artérias do coração, investigando o interior desses canais, o que permite detectar sinais de alerta cardiovasculares que outros exames mais comuns não detectam.

É importante ressaltar que o Escore de Cálcio Coronariano não serve para determinar se o paciente possui ou não obstrução das artérias do coração. Apenas a maior probabilidade de obstrução nos anos seguintes.

 

tabela de escore de cálcio agatston
Tabela de escore de cálcio Agatston.

Indicações para Escore de Cálcio Coronário

O exame de Escore de Cálcio Coronariano só é indicado para pacientes que possuem risco intermediário de desenvolvimento de problemas no coração, segundo avaliação médica, e que não apresentam sintomas.

Portanto, o exame costuma ser recomendado para pacientes com idade mais avançada e que se enquadram nos fatores de risco para doenças cardiovasculares, como:

  • Homens, acima de 45 anos de idade, ou mulheres, acima de 55 anos de idade;
  • Obesidade;
  • Tabagismo;
  • Histórico familiar de doenças cardiovasculares.

Vale ressaltar que mesmo pacientes com boa alimentação e praticantes de atividades físicas regulares podem desenvolver problemas no coração futuramente, podendo ser necessária a realização do EC, de acordo com orientação médica.

Nós preparamos um material especial sobre as doenças cardíacas mais comuns e como evitá-las. Clique aqui e baixe agora mesmo, é gratuito!

ebook doenças cardíacas imeb
Baixe agora mesmo o nosso E-Book “Doenças Cardíacas Mais Comuns e Como Evitá-las” e previna-se. É gratuito!

Como é feito o exame de Escore de Cálcio?

Para a realização do exame de Escore de Cálcio Coronariano, é utilizado um equipamento de tomografia computadorizada (TC) do tórax, sincronizado ao eletrocardiograma, para captar as imagens e medir o escore de cálcio de Agatston (como é chamada a quantidade total de cálcio coronário).

máquina de tomografia computadorizada
Máquina de tomografia computadorizada capta as imagens e mede o escore de cálcio de Agatston.

A máquina de tomografia computadorizada possui alta sensibilidade para captação de imagens do organismo, o que aumenta a qualidade dos resultados e a precisão na quantidade de cálcio presente nas artérias.

O exame é rápido, indolor e seguro, sendo administradas pequenas quantidades de radiação. Na maioria dos casos, não é necessário o uso de contraste e também não é necessário nenhum preparo ou jejum.

Porém, em alguns casos, pode ser necessário a administração de contraste por orientação médica, para uma melhor visualização das imagens, o que pode aumentar o tempo de duração do exame.

Leia também:

Como lidar com o medo de doenças e exames?

Tempo de duração do exame

Em geral, o Escore de Cálcio Coronariano costuma levar de 3 a 4 minutos para a captação das imagens do paciente. Caso seja necessário o uso de contraste, o exame pode durar de 10 a 50 minutos.

Marque seu Exame - IMEB

Resultado do exame de Escore de Cálcio Coronariano: o que pode indicar?

Os resultados do exame de Escore de Cálcio Coronariano contém os valores do escore de cálcio das artérias do coração paciente, que podem ser apresentados tanto em valores absolutos, quanto em valores com base nos padrões referência para a idade, o sexo e a etnia do paciente, o que facilita a análise do laudo.

Escore de Cálcio Coronariano

(Fonte: Scielo)

De modo geral, um sinal de alerta nos resultados é quando o valor do escore de cálcio ultrapassa 100 Agatston, em valores absolutos, ou é maior que o percentil 75 para a mesma faixa etária e sexo do paciente.

Entenda melhor os indicadores que podem aparecer nos resultados abaixo.

Escore total de cálcio elevado ou alto

Um elevado grau de escore de cálcio (ou positivo) indica que o paciente já possui algum tipo de dano nas artérias do coração, tendo um risco de moderado a alto para o desenvolvimento de doenças cardíacas nos próximos anos. 

Escore total de cálcio igual a Zero Agatston ou ausência de calcificação coronária:

Já um escore de cálcio negativo ou a ausência de calcificação coronária indica que o paciente possui baixa probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares, pelo menos nos próximos 5 anos.

Dependendo dos resultados do EC, também podem ser solicitados outros exames de diagnóstico por imagem complementares, como a cintilografia de perfusão miocárdica, angiotomografia das coronárias e ressonância magnética do coração.

O Dr. Renato, médico do IMEB e especialista em Medicina Nuclear, explica melhor sobre o Escore de Cálcio Coronariano e os demais exames citados no vídeo abaixo. Assista:

O exame indicou presença de cálcio nas artérias: qual o tratamento?

Para os pacientes que apresentam escore de cálcio positivo no exame, podem ser indicados métodos e medicamentos para a diminuir os níveis de colesterol no sangue, especialmente se o paciente já apresentar quadro de colesterol alto. Um controle maior da dieta também pode ser recomendado.

Além disso, a depender do quadro completo do paciente, dos fatores de risco que apresenta e, caso seja identificado um grau muito alto de calcificação, procedimentos mais invasivos podem ser necessários, como o cateterismo.

 

Leia também:

Exames do coração: quais são e para que servem cada um?, 

Check-up: principais exames que mulheres e homens podem fazer

Angiotomografia das coronárias: como é feita, suas indicações e onde fazer

 

Conclusão

Seu médico pode solicitar o exame de Escore de Cálcio para ter uma melhor compreensão do risco de doença cardíaca ou para determinar o tipo de tratamento a ser seguido.

O exame usa uma tecnologia de raios-X chamada linha de multidetectores ou tomografia computadorizada (TC) multislice, que cria várias imagens dos depósitos de placas nos vasos sanguíneos. O exame de imagem fornece uma visão antecipada dos níveis de placa.

A placa é composta por gorduras, colesterol, cálcio e outras substâncias presentes no sangue. Ela se desenvolve gradualmente ao longo do tempo, muito antes de haver qualquer sinal ou sintoma da doença. Esses depósitos podem restringir o fluxo de sangue rico em oxigênio para os músculos do coração. A placa também pode estourar, desencadeando um coágulo sanguíneo que pode causar um ataque cardíaco.

Medir a placa calcificada pode permitir que seu médico identifique uma possível doença arterial coronariana antes que você tenha sinais e sintomas.

O seu médico, portanto, usará os resultados do seu exame de Escore de Cálcio para determinar se você precisará começar a tomar alguma medicação ou de mudanças no estilo de vida para reduzir o risco de ataque cardíaco ou outros problemas cardíacos.

Por: Dr. Renato Barra / Categoria: Exames

27 de novembro de 2020

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas