Exame com contraste: É seguro? Para que serve?

Médicos analisam imagens de exame com contraste em consultório.

Se você recebeu um pedido de exame de imagem com contraste do seu médico, mas está com receio de realizá-lo, leia o artigo e tire suas dúvidas sobre essa substância.

Embora o procedimento tenha riscos, seus benefícios envolvem um diagnóstico muito mais preciso. Escolha uma clínica de confiança, como o IMEB, e faça o acompanhamento devido da sua saúde.

O que é o contraste?

O contraste radiológico, utilizado na maioria dos exames de imagem, é uma substância administrada no paciente que permite uma visualização mais detalhada das estruturas internas e dos vasos sanguíneos do corpo humano. 

O contraste pode ser administrado no paciente por via oral, retal, vaginal e, principalmente, endovenosa. Existem basicamente três tipos de contraste: 

  • À base de bário, administrado por via oral que avalia o tudo digestivo;
  • À base de iodo, administrado tanto por via oral como por via endovenosa. Avalia o tubo digestivo, estruturas internas (órgãos) e estruturas vasculares;
  • À base de gadolínio, sempre administrado por via endovenosa. Avalia estruturas vasculares e internas do organismo.

Nos casos de exames de tomografia e raio-x, podem ser utilizados os contraste à base de bário ou de iodo, por exemplo. Já no exame de ressonância magnética é utilizado o contraste à base de gadolínio.

Possíveis riscos do exame com contraste

Sim, o exame com contraste possui alguns riscos que iremos abordar aqui. No entanto, ressalta-se que sua administração é muito segura se feita por profissionais responsáveis que utilizem métodos para prevenir possíveis reações.

Além disso, quando recomendado, ele é fundamental para o diagnóstico preciso de diversas patologias. 

Você costuma ter medo de realizar exames em geral? Leia a seguir e contorne essa insegurança:

Como lidar com o medo de doenças e exames?

 

  1. Anafilaxia (Reação Alérgica Aguda)

Nesse tipo de reação há o surgimento de urticária, inchaço da pele, edema de glote, broncoespasmo, aceleração cardíaca, queda da pressão.

Quando ocorre esse tipo de reação é necessário o atendimento médico imediato, pois indica um risco à saúde do paciente.

 

      2. Efeitos Tóxicos

Com o uso do contraste, o organismo pode sofrer certos efeitos tóxicos causando alguns tipos de reação. Quando os efeitos são diretos na corrente sanguínea, pode haver inflamação no local da aplicação e queda da pressão. 

Há também a possibilidade desses efeitos tóxicos atingirem determinados órgãos causando uma série de reações adversas como:

  • Calor corporal;
  • Vermelhidão;
  • Coceira;
  • Inchaço;
  • Formação de caroços;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dor de cabeça e tontura; 
  • Falta de ar, broncoespasmo ou crises de asma;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Insuficiência renal ou redução da produção de urina.

Como prevenir que essas reações aconteçam?

Muitos desses efeitos colaterais estão relacionados à dose ou à concentração do meio de contraste utilizado. Ainda, podem ser explicados pela velocidade de infusão e forma de uso da substância, se oral ou venosa, por exemplo. 

Por isso, é fundamental que o paciente realize o exame com um profissional capacitado e em um local com estrutura adequada para a realização correta do procedimento.

Para evitar possíveis reações alérgicas com a utilização do contraste radiológico é recomendado administrar medicamentos como anti-histamínicos, antialérgicos e até corticoides no paciente antes do uso do contraste.

Caso o paciente já tenha apresentado alergia a medicações, alimentos, histórico de asma ou alguma reação com contraste em exames anteriores, é necessário que essas situações sejam informadas ao médico antes de fazer um novo exame.

Uma dúvida bastante recorrente é se pessoas que tem alergia a frutos do mar podem ou não realizar exames com contraste. Não existe evidência alguma que comprove que pessoas alérgicas a iodo e frutos do mar não possam realizar exames com contraste. Porém esse grupo de paciente requer uma atenção redobrada. É necessário analisar se realmente será preciso fazer o exame com contraste, se for, nós recomendamos fazer o uso de medicamento de profilaxia como corticoides e anti-histamínicos, antes da utilização do contraste. Essas medicações têm como objetivo diminuir o risco de uma reação adversa. 

O IMEB assegura que todos os nossos profissionais são treinados e capacitados para realizarem os exames de forma segura e com responsabilidade, utilizando todos os meios para prevenir qualquer tipo de reação adversa.  Somos referência em Medicina Nuclear e Radiologia na região Centro-Oeste do Brasil, com mais de 30 anos de mercado, e com certificação de excelência pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), pela ISO 9001:2015. 

Além disso, o IMEB conta com o uso do Visipaque, um tipo de contraste isomolar que oferece mais conforto para o paciente, com maior tolerabilidade cardíaca e renal, o que reduz consideravelmente a possibilidade de reações adversas e riscos, em comparação com outros tipos de contraste.

No vídeo abaixo, o Dr. Renato, médico do IMEB, explica em detalhes tudo o que você precisa saber sobre o uso e a importância do contraste para um diagnóstico preciso por exame de imagem. Assista ao vídeo e não deixe de realizar o seu exame.

 

Exemplos de exames com contraste

 

  • Ressonância magnética com contraste: a ressonância magnética com contraste é exame que não utiliza radiação e é utilizado para diagnosticar tumores e patologias que não aparecem em um exame tradicional.

 

          Saiba mais sobre: Ressonância Magnética com Contraste

 

  • Tomografia computadorizada com contraste: detecta lesões como tumores, infecções ou alterações nos vasos sanguíneos em órgãos do corpo como: fígado, vesícula, pâncreas, ossos,  cérebro, pulmões. 

 

          Saiba mais sobre: Tomografia Computadorizada com Contraste

 

  • Mamografia com contraste: consiste em um método avançado para detectar o câncer de mama, indicado quando ele não pode ser diagnosticado pela mamografia comum, ou quando a paciente apresenta condições que impossibilitem que o tumor seja descoberto pelos exames convencionais

 

          Saiba mais sobre: Mamografia com Contraste

Não deixe de realizar seu acompanhamento médico periodicamente e cuidar sempre da sua saúde! Para agendar o seu exame com o IMEB, basta clicar aqui.

 

Leia também:

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029