TDAH: tipos, sintomas e como diagnosticar! - IMEB

TDAH: tipos, sintomas e como diagnosticar!

É provável que você já tenha ouvido falar ou lido algo a respeito do Transtorno de Déficit de Atenção – TDAH – em algum momento. Esse transtorno geralmente é associado ao comportamento inquieto e impulsivo, à falta de atenção e à perda de foco, principalmente de crianças em fase escolar. 

Entretanto, ele abrange muito mais do que os sintomas amplamente conhecidos que mencionamos acima. Você sabia, por exemplo, que duas a cada três crianças com TDAH apresentam ainda na fase adulta os sintomas do transtorno? 

Isso ocorre pela ausência de diagnóstico na infância e, consequentemente, de tratamento. Por este motivo, a informação é uma grande aliada dos pais e também dos adultos que lidam indireta ou diretamente com o TDAH.

Neste artigo apresentamos a você quais são os principais tipos, sintomas – tanto em crianças quanto em adultos – e como é feito o diagnóstico do TDAH. 

Tenha uma boa leitura!

Quais os tipos de TDAH?

Embora muitos não saibam, o Transtorno de Déficit de Atenção é classificado em 3 tipos principais e se expressa com ou sem hiperatividade em seus portadores. Confira abaixo quais são eles e também suas especificidades: 

👉 Influenza H3N2: sintomas e tratamento!

1. TDAH com predomínio de sintomas de desatenção

Neste caso, os afetados por esse tipo costumam sofrer frequentemente com distrações. Torna-se complexa a tarefa de focar e se concentrar em uma única atividade.

Como consequência, é comum a reclamação em relação ao esquecimento. A memória operacional é afetada aqui.

Alunos com dificuldade em prestar atenção nas aulas, sonolência e, quando adultos, trabalhadores que parecem “se desligar” durante reuniões de alinhamento são alguns exemplos possíveis.

2. TDAH com predomínio de sintomas de hiperatividade/impulsividade

Este caso é mais comum na fase da infância e também em bebês. Ainda assim, há adultos que portam este tipo de TDAH, embora nesta faixa etária ele se manifeste em geral na forma de hiperatividade mental.

Aqueles que possuem TDAH com predomínio de sintomas hiperativos e impulsivos, para além das características de hiperatividade e impulsividade, costumam ser muito agitados.

A dificuldade de passar muito tempo sentado, executando uma mesma atividade, ou mesmo de pensar antes de agir, marcam os portadores desse tipo. É possível que isso lhes acarretem sofrimento psíquico, devido aos desafios de se enquadrar às normas de cada ambiente.

3. TDAH combinado

Esta modalidade do transtorno combina o TDAH com predominância de desatenção e o do tipo hiperativo e impulsivo. Neste caso, a dificuldade para manter o foco e a concentração, a agitação e a hiperatividade se expressam de forma conjunta.

É mais comum que, em adultos, a hiperatividade aqui se manifeste de forma mental.

Principais sintomas do TDAH em crianças

Estima-se que cerca de 5% das crianças sofram de TDAH e que os mais afetados sejam principalmente os meninos.

Os sintomas podem variar de acordo com o tipo de Transtorno de Déficit de Atenção e ressalta-se que, na fase da infância, é quando em suma a hiperatividade é mais perceptível e pungente para aqueles que possuem esta modalidade de TDAH.

Os pais devem ficar atentos a esses sinais, além de manterem a escuta ativa aos profissionais responsáveis pelos cuidados de seus filhos no ambiente escolar:

  • Fácil distração.
  • A criança evita atividades que requerem esforço e concentração.
  • Há reclamação de comportamento inquieto e muita conversa em ambiente escolar, com dificuldade para participar de atividades que requerem silêncio.
  • A criança apresenta comportamento impulsivo e é comum interromper a fala de outras pessoas.
  • A criança possui dificuldade em seguir instruções.
  • A criança tem dificuldade para realizar atividades parada e, mesmo sentada, sofre com inquietação.

É importante dizer que esses sinais, por si só, não representam um diagnóstico: o mesmo só pode ser feito por um médico especialista. Mais adiante daremos mais detalhes para você de como é feito o diagnóstico do TDAH.

Principais sintomas do TDAH em adultos

Como foi dito, dois terços das crianças com TDAH tornam-se adultos ainda sem diagnóstico e, por este motivo, continuam a sofrer com os sintomas do transtorno que, muitas vezes, atrapalham a sua rotina.

Por outro lado, os sintomas, principalmente os de inquietação associados ao TDAH do tipo hiperativo e impulsivo, não costumam ser tão acentuados nesta fase de vida.

Além disso, o TDAH está muitas vezes associado a comorbidades, isto é, à presença de mais de um transtorno ou doença ao mesmo tempo.

Então, é possível que estes adultos sofram também com ansiedade, depressão, síndrome de burnout ou disfunções comportamentais como baixa autoestima e perfeccionismo. 

Isso pode tornar o diagnóstico mais difícil para esta faixa etária, visto que os sintomas se confundem com os de outros transtornos, talvez já diagnosticados. 

Por isso, é preponderante a avaliação com um médico especialista. Abaixo confira os sinais mais comuns do TDAH em adultos:

  • Dificuldade para manter o foco em atividades rotineiras;
  • Frequentemente larga suas demandas pela metade, sem concluí-las;
  • Sentimento de sobrecarga;
  • Esquecimento e desatenção frequentes;
  • Alterações de humor nítidas;
  • Agitação, principalmente mental. O adulto lida com muitos pensamentos ao mesmo tempo;
  • Associação com outros transtornos, como depressão e ansiedade;
  • Associação com o uso exacerbado de álcool ou outras drogas.

Leia também: TDAH: desatenção, inquietude e impulsividade

Como é feito o diagnóstico do TDAH?

O diagnóstico é clínico e deve ser realizado por um profissional qualificado e especializado no assunto. Os mais indicados são psiquiatras, neurologistas e psicólogos especializados neste transtorno. 

O paciente é entrevistado, sendo colhidas suas experiências e vivências nos ambientes escolar, de trabalho, doméstico, entre outros tópicos levantados pelo profissional. 

O especialista deve conduzir as perguntas sem pressa e com atenção. Desconfie de diagnósticos muito rápidos! O TDAH é um transtorno complexo e outros transtornos precisam ser descartados até que se chegue ao diagnóstico.

Em alguns casos, exames de imagem – como a ressonância magnética – podem ser requeridos de forma complementar ao clínico: cabe apenas ao especialista a interpretação destes exames. 

Para sua saúde, IMEB!

Como vimos neste artigo, o Transtorno de Déficit de Atenção – TDAH – assola tanto crianças quanto adultos e o diagnóstico precoce é a melhor forma de garantir que os desafios deste transtorno não atrapalhem a rotina de seus portadores. Diagnóstico precoce é igual a tratamento mais rápido e eficaz!

O diagnóstico é clínico, embora às vezes peçam de forma complementar exames de imagem, como a ressonância magnética. 

No IMEB, oferecemos uma ampla gama de exames de imagem, incluindo a ressonância magnética.

Contamos com profissionais altamente qualificados e atendimento humanizado para oferecer a você tranquilidade e segurança durante a realização dos exames.

Caso você esteja em Brasília ou Entorno e tenha exames de imagem solicitados, agende seu exame agora mesmo!

QUERO AGENDAR MEUS EXAMES NO IMEB

Por: IMEB / Categoria: Saúde e Bem-estar

4 de julho de 2022

Conteúdos Relacionados

DICAS DE SAÚDE

Receba Dicas de Saúde Atualizadas