Saúde da mulher: exames além da mamografia | IMEB

Saúde da mulher: exames além da mamografia

saude da mulher exames alem da mamografia

O mês de outubro chega vestido de rosa, como um alerta para os cuidados com a saúde da mulher. Embora o destaque maior seja em exames, como mamografia e papanicolau, há outros exames muito importantes, que também devem fazer parte do seu check-up anual

Para estar saudável, você precisa estar bem por completo. E, para isso, este artigo vai mostrar os exames mais importantes para a saúde da mulher nas várias fases da vida.

  • Cada fase pede cuidados específicos. Da menina, iniciando seus ciclos menstruais, à mulher, que quer passar bem pela fase da menopausa.

Veja o que você vai ler:

 

  • Saúde da mulher: cada fase pede um cuidado
  • Os exames mais importantes para a saúde da mulher
    • Autoexame das mamas
    • Ultrassonografia das mamas
    • Mamografia
    • Papanicolau
    • Exames de sangue
    • Densitometria óssea
    • Ultrassom da tireoide
    • Ecocardiograma
    • Raio X do tórax
    • Exame de fundo de olho
  • Saúde sem tabus

 

Saúde da mulher: cada fase pede um cuidado especial

Para garantir saúde durante toda a vida, o acompanhamento médico da mulher precisa começar cedo, assim que se iniciam os ciclos menstruais. Mas não é só de saúde ginecológica que uma mulher precisa.

Cuidados com outras áreas, como o coração e os hormônios, também devem entrar no radar de maneira preventiva. Até porque várias doenças são inimigos silenciosos, e prevenir ou descobrir cedo é sempre o melhor caminho.

imagem ilustrativa de infográfico sobre exames para mulheres

Baixe o Infográfico e conheça os exames que toda mulher deve fazer por faixa etária – IMEB (Imagens Médicas de Brasília)

Para te ajudar a monitorar os cuidados importantes em cada fase, criamos um infográfico bem completo. Baixe gratuitamente e cuide-se!  

Os exames mais importantes para a saúde da mulher

Autoexame das mamas

Seu cuidado deve começar em casa com o autoexame dos seios. Ao tocar as mamas, é possível perceber possíveis alterações ou nódulos, alertando para a necessidade de buscar ajuda médica.

O exame deve ser feito todos os meses, a partir da primeira menstruação, de preferência longe do ciclo menstrual, devido ao inchaço dos seios.

Toda a área das mamas, até às axilas, deve ser apalpada com cuidado para identificar qualquer carocinho ou sinal que chame atenção.

Embora seja importante para o diagnóstico precoce do câncer de mama, o toque não substitui outros exames e a avaliação do profissional de saúde, viu?

Leia também:

4 exames que detectam o câncer de mama: confira a lista

 

Ultrassonografia das mamas

A ultrassonografia (ou ecografia) das mamas geralmente é o exame de escolha para mulheres mais jovens, que possuem as mamas mais densas, e que precisam, desde já, checar qualquer possível alteração não perceptível pelo autoexame.

Por meio dele, é possível “ver” o interior das mamas e verificar a presença de nódulos ou alterações. Por não emitir radiação, como ocorre com a mamografia, não há contraindicações para a realização da ultrassonografia.

Mas ressalta-se: ao sinal de qualquer alteração identificada, será necessário realizar a mamografia para complementar o diagnóstico.

Mamografia

Indicada para mulheres a partir dos 35 anos, se houver histórico familiar de câncer de mama, ou a partir dos 40 anos, a mamografia é um dos mais importantes para a saúde da mulher.

Por meio de um equipamento chamado mamógrafo, os seios são avaliados, através de imagens de altíssima resolução, o que permite identificar, com grande precisão, sinais extremamente precoces de um tumor.

A mamografia deve ser realizada anualmente e, apesar de ser um exame não-invasivo, é contraindicado para gestantes, devido à radiação.

Papanicolau

Talvez um dos mais famosos exames femininos, o papanicolau é recomendado para todas as mulheres assim que iniciarem sua vida sexual. Ele deve ser feito todos os anos, para prevenção de doenças como câncer de colo de útero, HPV e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Nesse exame, são coletadas amostras de descamações do colo uterino para verificar alterações celulares, lesões e verrugas que possam indicar um tumor. Para realizá-lo, é recomendado que a mulher não esteja em período menstrual e não tenha relações sexuais nos dois dias que antecedem o exame.

Exames de sangue

Recomendados em todas as idades, os exames básicos de sangue são importantes para monitorar os níveis de glicose, colesterol e triglicerídeos, por exemplo, podendo ajudar no diagnóstico de doenças como diabetes e problemas relacionados ao coração.

Mulheres a partir dos 30 anos também devem incluir em seu check-up anual o TS4, T4 e T3, para saber como está a função tireoidiana, responsável pelas dosagens hormonais.

Densitometria óssea

A partir dos 40 anos, os riscos de osteoporose aumentam para as mulheres, devido à menopausa e à perda de massa óssea. Por isso, a densitometria óssea deve estar entre seus exames preventivos.

Para mulheres com resultado normal, o exame pode ser repetido a cada dois anos; já se houver alterações, precisa ser feito anualmente.

Ultrassom da tireoide

Como o câncer de tireoide é  30% mais frequente em mulheres que em homens, exames preventivos para identificar nódulos ou tumores devem ser feitos por todas as mulheres adultas. Se houver histórico familiar, devem ser feitos ainda mais cedo.

A tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço, responsável por regular o metabolismo. Por isso, qualquer alteração em seu funcionamento pode afetar a saúde da mulher. 

Para verificar anomalias, um dos principais exames é a ultrassonografia, que capta imagens da tireoide e permite identificar possíveis problemas.

Leia também:

Tireoide na Mulher: saiba como identificar possíveis distúrbios

 

Ecocardiograma

Para saber como anda a saúde de seu coração, a avaliação cardiológica é fundamental

Mulheres com fatores de risco, como sedentarismo e histórico familiar de doenças cardiovasculares, devem iniciar os exames por volta dos 30 anos. Na ausência de fatores de risco, a indicação é a partir dos 40.

Um dos exames mais importantes para o acompanhamento cardiológico, o ecocardiograma realiza uma avaliação precisa do músculo e das válvulas do coração, ajudando não só na prevenção de doenças, como também para orientar no melhor tratamento.

Leia também:

Check-up cardiológico: quando fazer

 

Tomografia computadorizada do tórax

Mulheres fumantes precisam incluir a tomografia do tórax entre seus exames anuais a partir dos 40 anos, para prevenção ou diagnóstico precoce de doenças como câncer de pulmão e edema pulmonar.

Como o exame do tórax verifica, além do pulmão, forma e o tamanho do coração, regiões do mediastino, pleura, diafragma e ossos da caixa torácica, ele também contribui para a identificação de outros problemas de saúde.

Exame de fundo de olho

Recomendado para mulheres a partir dos 50 anos, o exame de fundo de olho avalia estruturas como o nervo óptico e a retina e ajuda a identificar problemas como glaucoma e tumores

Os riscos de desenvolver doenças como essas são mais comuns entre mulheres diabéticas e hipertensas. Nesses casos, os exames podem começar mais cedo.

Para o exame, utiliza-se um colírio para dilatar a pupila e, em seguida, um feixe de luz é projetado no interior do olho, permitindo que se observe as estruturas do globo ocular

Saúde sem tabus

Exames preventivos como os que você viu neste artigo, aliados a um estilo de vida saudável, são grandes amigos da saúde da mulher. Por isso, não deixe que o medo ou algum tabu te impeçam de procurar o médico e manter suas consultas em dia.

Não há forma melhor de ter uma vida longa e saudável.

Muitas doenças podem ser mais facilmente tratadas e até curadas, se houver um diagnóstico precoce.

Se você tem exames solicitados, acesse nosso site e faça seu agendamento online. É fácil e rápido!

Fale conosco

Deixe sua mensagem aqui.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

IMEB -- 2018 © Copyright
Responsável Técnico: Alaor Barra Sobrinho - CRM-DF 3029